Internacional

Passageiros e tripulação de avião sequestrado são liberados; sequestradores se entregam

Primeiro-ministro da Líbia confirmou a situação por sua conta em uma rede social

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Todos os 111 passageiros e os sete integrantes da tripulação do avião que foi sequestrado na Líbia foram liberados nesta sexta-feira (23) sem ferimentos. Os dois homens, fiéis ao ex-ditador líbio Muammar Gaddafi, saíram algemados da aeronave e foram presos.

O avião foi sequestrado quando fazia um voo interno na Líbia, no norte da África, e foi forçado a pousar em Malta, no Mar Mediterrâneo. A mídia maltesa informou mais cedo que os dois homens ameaçaram explodir a aeronave com granadas. 

O avião ficou estacionado na pista de pouso cercado de veículos militares e equipes de emergência. O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, havia confirmado a situação em sua conta no Twitter: “Informado da possível situação de sequestro em um voo interno líbio desviado para Malta. Operações de segurança e emergência em espera”.

PUBLICIDADE

Gaddafi
Muammar Gaddafi foi um ditador líbio que governou o país por 42 anos, entre 1969 e 2011. Em fevereiro 2011, seu governo enfrentou protestos e a reação violenta resultou em uma guerra civil na Líbia. No mesmo ano, tropas do Conselho Nacional de Transição (CNT) atacaram e conquistaram a capital Trípoli e Gaddafi fugiu. O ditador foi morto por simpatizantes do CNT em outubro de 2011.