Para Mobius, busca por maiores retornos impulsionará emergentes

Mercados de ações são opção natural para recursos oriundos de expansão monetária forçada por governos, diz gestor

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em seu comentário mensal sobre os mercados, o presidente executivo da gestora de recursos Templeton – Mark Mobius – reforçou sua aposta nos ativos de emergentes e na continuidade da recuperação da renda variável.

Um dos motivos para tamanha confiança resulta dos esforços empreendidos por governos em todo o mundo para conter a crise e ameaças deflacionárias, injetando recursos e ampliando a base monetária de forma rápida.

“Este dinheiro precisa achar um lar e as atuais taxas de juro, por exemplo para o dólar, não são muito aconchegantes”, afirmou Mobius. Para ele, as ações são uma escolha óbvia aos que buscam melhores retornos.

Emergentes

Aprenda a investir na bolsa

Neste contexto, em que os mercados já são influenciados pela busca por maiores rendimentos, os mercados emergentes aparecem mais bem posicionados que os desenvolvidos, pois seus ativos seriam negociados abaixo do valor justo, “a valuations extremamente atrativos”, afirma Mobius.

Ademais, o gestor acredita que os emergentes atingirão posição de liderança em esfera global ao saírem da crise, em função de suas posições financeiras e macroeconômicas relativamente mais fortes, com destaque para países como Índia e China. “Todos os mercados emergentes parecem empolgantes”, resume.

Sobre a América Latina, Mobius destacou que o crescimento do comércio interregional amorteceu parte dos impactos adversos da redução de demanda em países centrais, como os EUA, mantendo sua atratividade por conta do grande mercado consumidor e da presença de companhias de “classe mundial”, também consideradas subvalorizadas.