Ao Valor

Para agência Fitch Ratings, BNDES fez um “QE” à brasileira

"O Tesouro dava recursos para o BNDES e o BNDES dava ao mercado", afirmou o diretor da agência, Ricardo Guedes, em entrevista ao Valor Econômico; estatais ainda podem afetar contas

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o diretor-executivo da Fitch Ratings, Rafael Guedes, afirmou que a forma como o governo financiou o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) desde 2008 foi um “quantitative easing (relaxamento monetário) à brasileira”. 

“O Tesouro dava recursos para o BNDES e o BNDES dava ao mercado”, afirmou o diretor da agência. 

O diretor ainda destacou que os desequilíbrios macroeconômicos, causa e consequência do baixo crescimento, já passaram a ser estruturais. E os ventos contrários dificultam ainda mais uma retomada. 

Aprenda a investir na bolsa

E, de acordo com Guedes, as contas públicas ainda podem ser contaminadas pelo mau desempenho de estatais, caso de Petrobras (PETR3;PETR4) e Caixa Econômica Federal. 

No final de maio, Guedes já havia destaca a piora dos indicadores econômicos chave do Brasil desde o ano passado. “Atualmente o Brasil está com indicadores econômicos muito piores do que países com mesmo rating”, afirmou, durante evento da Amcham em São Paulo. A Fitch revisou em abril a perspectiva do rating do Brasil para negativa, ante estável.