Farmacêutica

Pague Menos (PGMN3) lucra 11% a menos no 3º trimestre; vendas digitais saltam

Sem efeitos da capitalização de custos do IPO, no 3º trimestre de 2020, que reduziram a base de cálculo do IR, lucro teria alta de 21,7%

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – A Pague Menos (PGMN3) reportou no terceiro trimestre deste ano um lucro líquido ajustado de R$ 35,6 milhões, 11,4% menor que os R$ 40,2 milhões do mesmo período do ano passado.

Segundo a empresa, o resultado veio com a variação no imposto de renda e contribuição social mais que compensando o avanço do resultado operacional e melhora no resultado financeiro.

“Expurgando o efeito da capitalização de custos do IPO incorridos no 3º trimestre de 2020, que reduziram a base de cálculo do imposto de renda, o lucro líquido teria apresentado crescimento de 21,7%”, justificou.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitida, na sigla em inglês) ajustado avançou 7,4%, para R$ 160,4 milhões, enquanto a margem Ebitda ajustado acabou sem se mexer, em 7,9%.

As vendas cresceram 7,4%, com forte destaque também para o digital, que avançou 71,8%, representando 8,5% das vendas totais – 3,2 pontos percentuais a mais do que no mesmo trimestre de 2020.

A Pague Menos informou que foram inauguradas 25 novas lojas no trimestre, totalizando 32 no ano, ou seja, mais de 80% de todas abertas em 2021. Assim, a rede atingiu 1.126 pontos de venda distribuídos em 339 municípios.

Das 32 lojas inauguradas, 97% estão no Norte e Nordeste e 84% posicionadas em microrregiões com predominância das classes B, C e D.

A venda média mensal por loja no trimestre foi de R$ 605 mil, patamar abaixo que o observado no trimestre anterior em função da adição de 25 novas lojas no portfólio. Tal adição deve impactar nos resultados dos próximos trimestres.

A Pague Menos agora tem 5,7% de market share Brasil, um crescimento de 0,1 ponto percentual em relação ao mesmo trimestre de 2020.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Compartilhe