Ouro fecha em baixa, pressionado por apetite por risco e otimismo com techs em NY

Contudo, tensões elevadas no Mar Vermelho pode favorecer os ativos de segurança nos próximos dias

Estadão Conteúdo

Publicidade

O preço do contrato mais líquido do ouro recuou nesta segunda-feira, 22, em meio à euforia com o setor das techs, que impulsionou ativos de risco e jogou contra investimentos de segurança, como o metal.

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para fevereiro de 2024 fechou em queda de 0,33%, a US$ 2.022,20 por onça-troy.

Segundo Fawad Razaqzada, analista do City Index, o sentimento positivo de risco dos mercados acionistas americanos e europeus está impulsionando o apetite por outros ativos de risco, incluindo o petróleo bruto – que também surfa no aumento de tensões no Oriente Médio. Este cenário, porém, desencoraja investidores de ouro momentaneamente.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Porém, o analista destaca que o metal amarelo parece “continuar em um bom caminho” para estender ganhos assim que o mercado se convencer de que os cortes agressivos pelo Federal Reserve não vão ser tão acelerados.

O relatório de metais da Marex destaca que os militares dos EUA continuam a atacar bases Houthi no Iêmen, que vêm disparando mísseis no Mar Vermelho, mas isso não impediu alguns ataques, e nem impediu os navios de redirecionarem as suas viagens de volta pela região conflituosa. Isso mantém as tensões elevadas na região e pode favorecer os ativos de segurança nos próximos dias.

Tópicos relacionados