Fique de olho

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira

Bolsas mundiais registram ganhos antes da reunião do G7; resultados de BRF e MRV ganham destaque na volta da temporada de balanços

arrow_forwardMais sobre
ações alta índices bolsa stock mercado
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

Os mercados começam esta terça-feira (3) de olho na teleconferência que ocorrerá durante a manhã entre os ministros da Economia e presidentes dos bancos centrais das sete economias mais desenvolvidas do mundo, o G-7. A expectativa é que o G-7 ofereça uma resposta coordenada contra os efeitos do coronavírus sobre a economia – os dados vindos da indústria chinesa em fevereiro mostram uma queda forte, que terá impactos sobre todos os parceiros comerciais, dada a relevância do gigante asiático no comércio exterior e nos mercados de capitais. A teleconferência será liderada pelo presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e pelo secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin.

No Brasil, em dia de poucos indicadores, prossegue a safra de balanços – a BRF publicou hoje seus resultados, registrando um lucro líquido de R$ 690 milhões no quarto trimestre de 2019. Ainda no noticiário corporativo, destaque para a aprovação, pelos acionistas da Azul (AZUL4) do subarrendamento de 29 jatos bimotores E-195 para a Breeze Aviation dos Estados Unidos, e também para os resultados publicados ontem à noite pela construtora MRV (MRVE3).

1. Bolsas mundiais

As bolsas de valores da Ásia fecharam quase todas em terreno positivo, com a exceção de Tóquio, que recuou 1,22%, enquanto as europeias abriram em alta. Os futuros de Nova York avançam. Os mercados aguardam a teleconferência dos ministros da Economia e presidentes dos bancos centrais do G-7, que deverão elaborar uma resposta coordenada aos efeitos do coronavírus sobre a economia mundial.

Aprenda a investir na bolsa

A Austrália reduziu taxa de juros para um nível recorde e Donald Trump, presidente dos EUA, instou o Federal Reserve, a seguir o exemplo. Os casos continuam aumentando e superaram 5.000 na Coreia do Sul.

No mercado de commodities, o petróleo tem 2ª alta, mas se mantém abaixo de US$ 49, com expectativas de ações do G-7 e também de cortes de produção pela Opep; cobre e alumínio sobem em Londres e níquel recua.

Veja o desempenho dos mercados, às 7h27 (horário de Brasília):

Nova York
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,94%
*Nasdaq Futuro (EUA), +1,14%
*Dow Jones Futuro (EUA), +1,07%

Europa
*Dax (Alemanha), +2,72%
*FTSE (Reino Unido), +2,33%
*CAC 40 (França), +2,34%
*FTSE MIB (Itália), +2,56%

Ásia
*Nikkei (Japão), -1,22% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +0,58% (fechado)
*Hang Seng (Hong Kong), -0,03% (fechado)
*Xangai (China), +0,74% (fechado)

PUBLICIDADE

*Petróleo WTI, +3,10%, a US$ 48,10 o barril
*Petróleo Brent, +2,56%, a US$ 53,23 o barril

**Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam com alta de 0,86%, cotados a 644,500 iuanes, equivalentes a US$ 92,35 (nas últimas 24 horas). USD/CNY= 6,9784 (-0,27%)
*Bitcoin, US$ 8.823,04 +0,45%

2. Indicadores econômicos

Dia com poucos indicadores no Brasil: a FGV divulga pela manhã o IPC-S de fevereiro nas capitais. Na União Europeia, o Eurostat divulga a inflação ao produtor e ao consumidor em fevereiro. Na China, a Markit divulga às 22h45 o índice de gerentes de compras (PMI) composto (indústria mais serviços), o chamado Caixin/Markit de fevereiro.

3. Política

O Congresso promove sessão conjunta para análise dos vetos presidenciais, entre os quais o veto à proposta que torna obrigatória a execução das emendas orçamentárias; sessão está marcada para as 14h, segundo o website da Câmara.

O governo federal conta com o Senado para manter o controle de uma fatia de R$ 30 bilhões do orçamento da União em 2020, que os líderes do Congresso querem destinar para as emendas parlamentares, informa reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. Já os senadores querem manter com o Executivo a definição de como esses recursos serão gastos neste ano. O orçamento de 2020 tem como relator um deputado federal e os senadores desconfiam que ele privilegiará as demandas dos seus colegas na Câmara.

4. Política americana 

O Partido Democrata dos Estados Unidos realiza hoje a chamada Super Terça, com primárias em 14 Estados americanos. O favorito é o senador Bernie Sanders, que lidera a ala mais à esquerda, mas o ex-vice-presidente Joseph “Joe” Biden, que venceu no domingo na Carolina do Sul, está na disputa e pode surpreender, principalmente nos estados do Sul e da Costa Oeste, onde os eleitorados negro e latino-americano são mais fortes dentro do Partido Democrata. A estimativa é que um terço dos 2.700 delegados do Partido seja escolhido hoje. Veja mais clicando aqui.

5. Noticiário corporativo 

A Azul aprovou na noite de ontem o subarrendamento de 28 jatos bimotores E-195 da sua frota para a empresa americana Breeze Aviation. O objetivo da Azul é substituir sua frota inteira de E-195 por aviões E-2, uma versão mais econômica e moderna do jato bimotor da Embraer. Os E-195 restantes deverão ser arrendados para a companhia aérea LOT, da Polônia. Na volta da temporada dos balanços, a BRF, a construtora MRV e a fabricante de calçados Vulcabrás Azaleia publicaram seus resultados do quarto trimestre do ano passado e de 2019 inteiro.

Invista contando com a melhor assessoria do mercado: abra uma conta gratuita na XP.

PUBLICIDADE