Fique de olho

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta sexta-feira

Investidores ficam no aguardado de dados do PIB nos Estados Unidos e de inflação no Brasil, que pode mudar a perspectiva para a Selic em 2020

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os mercados observam com atenção, na manhã desta sexta-feira (20), a divulgação de indicadores no Brasil e nos Estados Unidos. Os futuros de Nova York operam perto da estabilidade, enquanto as bolsas europeias abriram em alta, à espera da votação do Brexit, que o primeiro-ministro britânico Boris Johnson deve conduzir na tarde de hoje em Londres.

No Brasil, destaque para o leilão da transmissão de energia, que atraiu investimentos de R$ 4,18 bilhões, e o anúncio do projeto da Duratex para a construção de uma fábrica, que produzirá celulose no Triângulo Mineiro.

1. Bolsas mundiais

Os futuros de Nova York operam perto da estabilidade na manhã desta sexta-feira, à espera de indicadores que serão divulgados ao longo da jornada, como os gastos dos consumidores em novembro. As bolsas da Ásia fecharam em leve queda, com exceção de Hong Kong, enquanto os mercados europeus abriram em terreno positivo, com a expectativa que o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, aprove na tarde de hoje seu plano para o Brexit.

Aprenda a investir na bolsa

Veja o desempenho dos mercados, às 7h54 (horário de Brasília)

*S&P 500 Futuro (EUA), -0,05%
*Nasdaq Futuro (EUA), -0,04%
*Dow Jones Futuro (EUA), -0,01%

*Dax (Alemanha) , +0,27%
*FTSE (Reino Unido), +0,09%
*CAC 40 (França), +0,14%
*FTSE MIB (Itália), +0,84%

*Hang Seng (Hong Kong), +0,25% (fechado)
*Xangai (China), -0,40% (fechado)
*Nikkei (Japão), -0,20% (fechado)

*Petróleo WTI, -0,20%, a US$ 61,06 o barril
*Petróleo Brent, -0,14%, a US$ 66,45 o barril

**Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam com queda de -0,94%, cotados a 635,00 iuanes, equivalentes a US$ 90,55 (nas últimas 24 horas). USD/CNY= 7,0150 (-0,41%)
*Bitcoin, US$ 7.130,75 -0,13%

2. Indicadores econômicos

PUBLICIDADE

No Brasil, o IGBE divulga o IPCA-15 de dezembro às 9h. Segundo a mediana das projeções coletadas pela Bloomberg, o indicador deve ter um salto, passando de 0,14% para 0,95%, podendo consumar a redução das apostas de corte da Selic no início de 2020.

Nos Estados Unidos, será divulgada a estimativa para o PIB no terceiro trimestre, às 10h30, com estimativa compilada pela Bloomberg de um crescimento de 2,1%, mesmo valor registrado na estimativa anterior.

Ainda pela manhã, o Departamento de Comércio divulgará os gastos dos consumidores em novembro. A Universidade de Michigan divulga a leitura sobre o sentimento do consumidor americano.

3. Política

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro disse que o senador Flávio Bolsonaro praticou lavagem de dinheiro no valor estimado de R$ 1,6 milhão, em uma franquia de uma marca de chocolates de sua propriedade desde 2015.

O MP-RJ, informa o diário Valor Econômico, suspeita que a franquia foi usada para a lavagem de dinheiro recolhido por Fabrício Queiroz, policial aposentado que trabalhava no gabinete de Flávio Bolsonaro, então deputado estadual no Rio de Janeiro. O advogado Frederik Wassef, que defende o senador, disse que os agentes não encontraram nada na loja que comprometesse o seu cliente.

4. Leilão da Aneel

O leilão de transmissão de energia feito ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), atraiu R$ 4,18 bilhões em investimentos, informa hoje o jornal O Estado de S.Paulo.

O leilão teve a participação de 38 empresas nacionais e estrangeiras e registrou o maior deságio em uma operação deste tipo, de 60,3%. Os projetos foram divididos em 12 lotes e os colombianos da empresa ISA Cteep conquistaram três, em um investimento que soma R$ 1,3 bilhão. O leilão foi considerado um sucesso pelo governo federal.

5. Noticiário corporativo

A Duratex informou ao mercado na noite de ontem que formará uma joint-venture com a empresa alemã Lenzing AG para a produção e comercialização de celulose solúvel. Em fato relevante, a empresa brasileira comunicou que serão investidos R$ 5,2 bilhões no projeto, que terá a capacidade anual de produção de 500 mil toneladas de celulose solúvel.

PUBLICIDADE

O Bradesco anunciou que irá pagar R$ 4,245 bilhões em juros sobre capital próprio complementares. O valor corresponde a R$ 0,503379600 por ação ordinária e R$ 0,553717560 por ação preferencial. Enquanto isso, a Telefônica Brasil também anunciou proventos aos acionistas, tanto em forma de dividendos quanto de juros sobe capital próprio, no valor total de R$ 1,35 bilhões.

Invista melhor seu dinheiro. Abra uma conta na XP Investimentos clicando aqui