Fique de olho

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta sexta-feira

Bolsas europeias registram queda após ânimo da véspera em dia de feriado nos EUA: confira os destaques desta sexta

stocks mercado ações índices bolsa baixa queda crash sell
(Getty Images)

As Bolsas europeias operam majoritariamente em terreno negativo nesta sexta-feira. Na Ásia, os negócios foram beneficiados pelos dados da China, que mostraram expansão no ritmo mais rápido em mais de uma década em junho no setor de serviços. Já os mercados americanos não operam nesta sexta-feira devido ao feriado do Dia da Independência.

No Brasil, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou que o governo federal está negociando com a Caixa Econômica Federal o lançamento, em 15 dias, de um novo programa habitacional com taxas de juros menores. As taxas de juros mais baixas têm estimulado os negócios no setor da habitação.

Entre as notícias corporativas, a BK Brasil, que opera os restaurantes da marca Burger King e Popeyes no Brasil, informou que aproximadamente 75% de suas lojas estão em funcionamento. Confira os destaques:

1. Bolsas mundiais

PUBLICIDADE

As Bolsas europeias operam majoritariamente em terreno negativo nesta sexta-feira, com os investidores avaliando os riscos de uma nova aceleração das infecções pelo novo coronavírus. Já os mercados americanos não operam nesta sexta-feira devido ao feriado do Dia da Independência.

O CAC 40, de Paris, registra desvalorização de 1,06%.

Apesar do desempenho negativo, Sylvain Goyon, estrategista da Oddo BHF, afirmou que os investidores receberam bem os dados sobre criação de vagas de emprego nos Estados Unidos, divulgados na quinta-feira. Além disso, há a expectativa em relação ao aumento do pacote de auxílio para a região.

“Na Europa, o apoio simultâneo do Bundestag (Parlamento) à política do Banco Central Europeu (BCE) e o início da presidência alemã da União Europeia são um bom presságio para as discussões sobre o plano de recuperação da União Europeia”, avaliou, à Bloomberg, Sylvain Goyon, estrategista da Oddo BHF.

A sexta-feira também começou com reviravoltas políticas na Europa. O primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, renunciou ao cargo.

Na França, o presidente é selecionado pelo primeiro-ministro e é responsável pela formação do governo. O gabinete de Emmanuel Macron afirmou que o atual governo permaneceria encarregado de assuntos governamentais até que uma nova equipe seja formada.

PUBLICIDADE

Além das questões do bloco econômico, segue a preocupação com o avanço do novo coronavírus, principalmente nos Estados Unidos. Na quinta-feira, foram reportados mais de 55 mil novos casos em território americano. A Covid-19 já infectou mais de 11 milhões de pessoas em todo o mundo e o número de mortes chega a 524 mil.

Na Ásia, os negócios foram beneficiados pelos dados da China, que mostraram expansão no ritmo mais rápido em mais de uma década em junho no setor de serviços. O índice de gerentes de compras, o PMI, do setor de serviços ficou em 58,4 pontos, um avanço em relação aos 55 pontos da leitura anterior, uma vez que o afrouxamento das medidas de contenção do coronavírus reanimam a demanda do consumidor.

*Veja o desempenho dos mercados, às 7h39 (horário de Brasília):

Nova York
*S&P 500 Futuro (EUA), não operou (feriado)
*Nasdaq Futuro (EUA), não operou (feriado)
*Dow Jones Futuro (EUA), não operou (feriado)

Europa
*Dax (Alemanha), -0,60%
*FTSE 100 (Reino Unido), +0,16%
*CAC 40 (França), -1,06%
*FTSE MIB (Itália), -1,09%

Ásia
*Nikkei 225 (Japão), +0,72% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,99% (fechado)
*Shanghai SE (China), +2,01% (fechado)

*Petróleo WTI, -1,50%, a US$ 40,04 o barril
*Petróleo Brent, -1,48%, a US$ 42,50 o barril
**Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian em alta de 0,67%, cotados a 746.500 iuanes, equivalente hoje a US$ 105,63 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 7,0670 (estável)
*Bitcoin, US$ 9.093, -1,34%

2. Agenda

A agenda de divulgações está esvaziada pelo feriado do Dia da Independência nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

No Brasil, o índice dos gerentes de compras PMI Composto Markit referente ao mês de junho será divulgado às 10h.

No mesmo horário, Fabio Kanczuk, diretor de Política Econômica do Banco Central, participa de evento virtual do Banco Safra com transmissão pelo Youtube.

Já o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa de reunião por videoconferência com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, além de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil, e Gustavo Montezano, presidente do BNDES; encontro é fechado e acontece às 15h, segundo a agenda do BC.

Na agenda de lives do InfoMoney, às 15h30, o professor Arthur Vieira de Moraes conversa com André Bacci, investidor e autor do livro “Introdução aos Fundos de Investimento Imobiliário”, sobre o impacto do coronavírus sobre os rendimentos dos FIIs. A transmissão será feita pelo Youtube do InfoMoney.

Já no Youtube do Stock Pickers, ocorrerá a partir das 10h a segunda edição do Arena Stock Pickers, desta vez debatendo se é hora de comprar as ações do IRB, que tiveram baixa superior a 70% no primeiro semestre, com queda acumulada de 28% apenas nos últimos três pregões desde a divulgação de resultados.

3. Ações trabalhistas

A atuação do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), tem o potencial de represar o pagamento de até R$ 1 bilhão ao mês em causas trabalhistas ganhas por trabalhadores, segundo reportagem do jornal “Folha de S.Paulo”.

No último dia 27, o ministro mandou suspender todos os processos relacionados a índices de correção. A liminar afetou o entendimento da Justiça do Trabalho e causou polêmica no meio jurídico.

Em despacho de quarta-feira, Mendes afirmou que as ações prosseguem, mas somente as que usam a TR, hoje zerada. Ele vetou a aplicação do IPCA-E —um índice mais vantajoso para o empregado. Na prática, quase todas as ações exigem correção. Ela incide sobre indenizações de horas extras, férias, depósitos no FGTS ou 13º salário.

PUBLICIDADE

Ainda em destaque, o  ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou que o governo federal está negociando com a Caixa Econômica Federal o lançamento, em 15 dias, de um novo programa habitacional com taxas de juros menores. As taxas de juros mais baixas têm estimulado os negócios no setor da habitação.

Também no radar político, o governo de São Paulo anuncia se capital do estado poderá, ou não reabrir bares, restaurantes e salões de beleza a partir de 6 de julho.

4. MP e Lava-Jato

O Ministério Público do Rio intima Flávio Bolsonaro a prestar depoimento sobre suposto esquema de “rachadinha” na época em que filho do presidente era deputado estadual; Flavio tem negado irregularidades.

Já a nova fase da Operação Lava-Jato deflagrada nesta sexta tem como alvo o ex-governador José Serra (PSDB-SP). Ele foi denunciado, junto com a sua filha Verônica Allende Serra, pelo Ministério Público Federal por suspeita de lavagem de dinheiro transnacional.

A Polícia Federal cumpre oito mandados de busca e apreensão em São Paulo e no Rio de Janeiro relacionados ao caso. Em nota, o Ministério Público comunica que a denúncia oferecida pela força-tarefa Lava Jato de São Paulo diz que José Serra, entre 2006 e 2007, valeu-se de seu cargo e de sua influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul.

5. Panorama corporativo

A BK Brasil, que opera os restaurantes da marca Burger King e Popeyes no Brasil, informou que aproximadamente 75% de suas lojas estão em funcionamento.

Já a empresa de energia Eneva ingressou no mercado de petróleo. Segundo reportagem do jornal “O Estado de São Paulo”, a companhia informou à Agência Nacional do Petróleo (ANP) um indício de descoberta de óleo. A empresa já extrai gás natural do Maranhão.

A descoberta é encarada como uma nova oportunidade de geração de receita para a empresa, mas é preciso avaliar a viabilidade econômica do projeto.

O Grupo Soma, dona das marcas Farm e Animale, já planeja quais aquisições vai fazer após concluir sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Segundo reportagem do jornal “O Estado de S.Paulo”, o alvo é a Richards, marca mais rentável da Inbrands. No prospecto da oferta da Soma está determinado que 30% dos recursos serão destinados à compra de marcas.

A Inbrands tenta evitar a reestruturação de suas dívidas por meio de uma recuperação judicial. A BR Partners foi contratada como assessor financeiro da Inbrands nessa empreitada.

O passo a passo para trabalhar no mercado financeiro foi revelado: assista nesta série gratuita do InfoMoney