Fique de olho

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta quinta-feira

Guedes, ministro da Economia, voltou a endossar dólar alto por conta de juros baixos, enquanto bolsas mundiais têm queda com volta do temor do coronavírus

Paulo Guedes
(Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Aprenda a investir na bolsa

Os mercados mundiais poderão ter um dia tenso nesta quinta-feira. Na madrugada, o governo chinês informou que mais de 15 mil novos casos do coronavírus foram registrados em Hubei, com mais de 200 mortes, o que elevou para 59,8 mil o número de pessoas infectadas e a 1.367 as mortes.

Os futuros de Nova York operam em queda e as bolsas de valores da Europa abriram em baixa, informa a CNBC News. Já as bolsas de valores da Ásia fecharam em baixa moderada. Segundo o governo chinês, o aumento ocorreu porque mudou a metodologia de diagnose em Hubei e não por uma escalada no surto.

Nos indicadores, o IBGE publica hoje a pesquisa do setor de Serviços relativa a dezembro após os dados de varejo decepcionarem. No noticiário corporativo, destaque para o resultado do Banco do Brasil, que obteve lucro líquido ajustado de R$ 4,625 bilhões no quarto trimestre,  20,3% superior ao registrado no mesmo período do ano anterior. Ante o terceiro trimestre, o crescimento foi de 1,8%.

1. Bolsas mundiais

Aprenda a investir na bolsa

Os futuros de Nova York operam em queda firme e pressagiam uma abertura em baixa. O governo chinês informou hoje que o número de novos casos do coronavírus na província de Hubei é de 15 mil, o que elevou para mais de 59,8 mil pessoas o número de atingidos pelo surto e para 1.367 o número de mortos, informa a CNBC News.

Os secretários do Partido Comunista de Hubei e da cidade de Wuhan foram removidos de seus postos, nos desdobramentos políticos mais relevantes até agora da epidemia na China, enquanto o país alterou a forma como contabiliza os casos do surto, adicionando também os diagnósticos clínicos; antes, era necessário teste de ácido nucleico para confirmar casos.

As mortes em Hubei aumentaram 242, com o total de mortes na China subindo para 1.367; o número de infecções em Hubei aumentou 14.840, elevando o número total de casos na China para 60.000. O Japão confirmou mais 44 casos em um navio de cruzeiro em quarentena e Hong Kong estendeu a fechamento das escolas até pelo menos 16 de março.

O governo chinês afirma que não houve escalada no surto, apenas mudança da metodologia de diagnose em Hubei. As bolsas de valores da Ásia fecharam em queda, mas não acentuada; Xangai recuou -0,71% no pregão. As bolsas de valores da Europa abriram em queda.

Veja o desempenho dos mercados, às 7h25 (horário de Brasília):

Nova York
*S&P 500 Futuro (EUA), -0,75%
*Nasdaq Futuro (EUA), -0,91%
*Dow Jones Futuro (EUA), -0,74%

PUBLICIDADE

*Dax (Alemanha) , -1,10%
*FTSE (Reino Unido), -1,42%
*CAC 40 (França), -1,09%
*FTSE MIB (Itália), -0,96%

*Nikkei (Japão), -0,14% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -0,24% (fechado)
*Hang Seng (Hong Kong), -0,34% (fechado)
*Xangai (China), -0,71% (fechado)

*Petróleo WTI, +0,76%, a US$ 50,78 o barril
*Petróleo Brent, +1,18%, a US$ 55,13 o barril

**A Bolsa de Dalian fechou em alta. Em 13 de fevereiro, contratos futuros do minério de ferro negociados em Dalian fecharam com alta de 1,63%, cotados a 624,500 iuanes, equivalentes a US$ 89,42 (nas últimas 24 horas). USD/CNY= 6,9632 (-0,14%)
*Bitcoin, US$ 10.180,21 +1,71%

2. Indicadores econômicos

O IBGE publica hoje às 9h a pesquisa do setor de Serviços relativa a dezembro do ano passado, com expectativa de alta de 1,5%.

Nos Estados Unidos, o governo americano divulga às 10h30 a inflação de janeiro.

3. Política 

O presidente Jair Bolsonaro convidou e o general Walter Braga Netto aceitou ser o novo ministro da Casa Civil. Com a queda de Onyx Lorenzoni, que será movido para o Ministério da Cidadania, o Palácio do Planalto terá apenas ministros militares nas principais funções, informa o jornal O Estado de S. Paulo. Além do vice-presidente Hamilton Mourão, também são militares os titulares do Gabinete de Segurança Institucional, da Secretaria de Governo, da Secretaria-Geral da Presidência e o porta-voz do governo.

4. Dólar alto

O dólar fechou ontem na maior cotação nominal da história recente do país (desde 1994), a R$ 4,35, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, achou que o movimento é “positivo”. Guedes afirmou que a cotação alta é “boa para todo mundo” e que o dólar mais barato prejudicava as exportações. A moeda americana está fortalecida não apenas frente ao Real, mas a todas as moedas de países emergentes e também dos países desenvolvidos, como Euro, Libra e Franco suíço.

PUBLICIDADE

“O câmbio é flutuante” e faz parte do conjunto de políticas adotadas pelo Banco Central, que ainda incluem o uso da taxa de juros na política monetária e ações macroprudenciais para estabilidade financeira, disse o presidente do BC, Roberto Campos Neto, quando perguntado sobre as declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Em entrevista à GloboNews na noite desta quarta-feira, Campos Neto comentou a atuação do BC no câmbio, reafirmando que nao tem restrição a nenhum tipo de instrumento. “Se existe uma demanda no à vista vou fazer uma intervenção no à vista, se existe uma demanda no futuro vou fazer uma intervenção no futuro”. Campos Neto disse que previsão do BC para o crescimento do PIB em 2020 está um pouco acima de 2%, podendo ser um pouco a mais ou a menos.

5. Noticiário corporativo 

Em destaque, está o resultado do Banco do Brasil, que obteve lucro líquido ajustado de R$ 4,625 bilhões no quarto trimestre,  20,3% superior ao registrado no mesmo período do ano anterior.

O Banco Inter (BIDI4) informou que obteve um lucro líquido de R$ 81,6 milhões em 2019, um crescimento de 16,4% sobre 2018. O banco digital mineiro comunicou em balanço que ultrapassou a marca de 4 milhões de clientes – mais do que dobrando o número de pessoas atendidas, que em dezembro de 2018 eram 1,4 milhão. Já a Petrobras (PETR3 e PETR4) divulgou relatório da auditoria Loudon Blomquist na sua subsidiária E-Petro, que deverá ser incorporada pela estatal. O patrimônio líquido remanescente da E-Petro, segundo a auditoria, é de R$ 39,3 milhões.

Invista contando com a melhor assessoria do mercado: abra uma conta gratuita na XP.