AO VIVO Por Dentro dos Resultados - Minerva Foods (BEEF3): os detalhes do resultado da empresa em 2020 em entrevista com CFO

Por Dentro dos Resultados - Minerva Foods (BEEF3): os detalhes do resultado da empresa em 2020 em entrevista com CFO

Fique de olho

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta quarta-feira

Bolsas mundiais operam sem direção definida com investidores repercutindo dados bons da China, ruins da Alemanha e à espera do Fed: os destaques da sessão

 

SÃO PAULO – As bolsas mundiais não apresentam tendência definida nesta quarta-feira, com os investidores se dividindo entre a alta dos lucros industriais na China, queda do índice de confiança do consumidor na Alemanha, enquanto aguardam pela decisão de política monetária do Federal Reserve e resultados de grandes companhias de tecnologia dos EUA.

Por aqui, a temporada de resultados começou na véspera com a divulgação dos números da Cielo. Mas o grande vetor para o mercado deve seguir sendo a preocupação sobre o fiscal, que vem guiando cinco quedas seguidas do Ibovespa. Na véspera, Paulo Guedes, ministro da Economia, contudo, descartou a renovação do auxílio emergencial sem uma contrapartida. Confira os destaques:

1.Bolsas mundiais

As bolsas mundiais operam sem uma direção definida nesta quarta. Nos Estados Unidos, investidores reagem à divulgação de resultados da Microsoft, que reportou ganhos acima do esperado com publicidade, e aguardam por atualizações similares de Apple, Facebook e Tesla, previstas para esta quarta.

O índice S&P 500 Futuro recua 0,18%; o Nasdaq Futuro sobe 0,34%; e o Dow Jones Futuro cai 0,34%.

As reuniões virtuais do Fórum Econômico Mundial continuam nesta quarta, que incluirá a fala do prefeito de Londres Sadiq Khan. Na terça, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e a chanceler alemã, Angela Merkel, estiveram entre aquelas que falaram no encontro on-line.

As bolsas europeias, por sua vez, têm leve queda, com investidores repercutindo um fraco indicador de confiança da Alemanha e à espera de balanços dos EUA e da decisão de política monetária do Federal Reserve, ou Fed.

Nesta madrugada, foi divulgado o índice de confiança do consumidor na Alemanha, que sofreu forte queda de janeiro para fevereiro, de -7,5 pontos para -15,6 pontos, segundo projeção do instituto GfK. O resultado ficou bem abaixo da expectativa de analistas e sugere expressiva deterioração da confiança na maior economia da Europa, em meio à segunda onda de infecções por covid-19 que forçou vários países da região a retomar medidas de lockdown.

PUBLICIDADE

Apesar do dado ruim de confiança do consumidor na Alemanha, há certo otimismo com o início da vacinação em diversos países. Na terça, o FMI (Fundo Monetário Internacional) elevou sua previsão para o lucro da economia global neste ano. A organização espera agora que a economia global cresça 5,5% em 2021, uma elevação 0,3 ponto percentual em comparação com a previsão de outubro.

Em uma postagem de blog, a economista-chefe do FMI, Fita Gopinath, afirmou que “agora, muito depende do resultado dessa corrida entre um vírus mutante e as vacinas para acabar com a pandemia, e também da habilidade de as políticas públicas oferecerem apoio efetivo até que isso ocorra”. No momento, mutações novas e mais contagiosas têm circulado, elevando as taxas de infecção.

A fala contribuiu para que as bolsas asiáticas tivessem um resultado variado entre si. A quarta também foi marcada pela divulgação de dados sobre os lucros do setor industrial chinês, que subiram 4,1% em 2020 na comparação com o ano anterior, o que impulsionou as bolsas chinesas. Apenas em dezembro houve alta de 20,1%, na comparação com o mesmo mês de 2019. As ações da gigante chinesa do comércio eletrônico Alibaba tiveram alta de 2,76%.

O índice Nikkei, do Japão, fechou com alta de 0,31%; o Hang Seng Index, de Hong Kong, caiu 0,32%; o Kospi, da Coreia do Sul, caiu 0,57%; e o Shanghai SE, da China, teve alta de 0,11%.

Confira o desempenho dos principais índices, segundo cotação das 7h30 (horário de Brasília):

Estados Unidos
*S&P 500 Futuro (EUA), -0,18%
*Nasdaq Futuro (EUA), +0,46%
*Dow Jones Futuro (EUA), -0,34%

Europa
*Dax (Alemanha), -0,49%
*FTSE 100 (Reino Unido), -0,33%
*CAC 40 (França), -0,25%
*FTSE MIB (Itália), -0,62%

Ásia
*Nikkei (Japão), +0,31% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), -0,32% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -0,57% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,11% (fechado)

PUBLICIDADE

Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +0,51%, a US$ 52,88 o barril
*Petróleo Brent, +0,57%, a US$ 56,23 o barril
*Bitcoin, -0,99%, a US$ 31.375,88
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com queda de 0,24%, cotados a 1041,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 161,07 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,47

2. Agenda do dia

Às 5h foi divulgado o índice IPC Fipe, relativo ao município de São Paulo, que indicou alta de 0,92% na inflação na terceira quadrissemana de janeiro. Às 9h30 são divulgados dados sobre saldo em conta corrente e investimento estrangeiro direto no Brasil em dezembro.

Às 14h30 sai resultado primário do governo central de dezembro e às 15h será divulgado o PAF, Plano Anual de Financiamento, com coletiva do Tesouro.

Às 9h00 a Associação de Banqueiros Hipotecários divulga dados sobre empréstimos hipotecários nos Estados Unidos. Às 10h30 são divulgados dados de pedidos de bens duráveis, pedidos e frete de bens de capital em dezembro nos Estados Unidos.

Às 16h, o Comitê Federal do Mercado Aberto do Fed dos Estados Unidos divulga dados sobre a taxa de decisão e sobre a taxa de juros sobre reservas em excesso. Às 16h30, o presidente do Fed, Jerome Powell, dá uma entrevista à imprensa. A expectativa é que o Fed reitere o compromisso com a política ultra-acomodatícia que vem implementando para amortecer os efeitos negativos da covid-19.

3. Covid no Brasil

O consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil divulgou, às 20h de terça (26), o avanço da pandemia em 24 h no país. A média móvel de casos confirmados em 7 dias foi de 51.550, queda de 6% frente ao período encerrado 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 63.626 casos. A média móvel de mortes em 7 dias foi de 1.058, alta de 6% frente ao patamar registrado 14 dias antes. Em apenas um dia foram registradas 1.206 mortes.

No noticiário dos jornais de hoje, destaque para a informação de que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) cortou na virada do ano 68,9% da cota de importação de equipamentos e insumos ligados à pesquisa científica, afetando atividades de pesquisa de Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e Instituto Butantan para combate à covid.

A cota isenta certos produtos de impostos de importação. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o valor chegou a US$ 700 milhões em 2014, mas foi reduzido nos anos seguintes, chegando em 2019 e 2020 a US$ 300 milhões. Para 2021 estão previstos apenas US$ 93,29 milhões, o que não é o suficiente nem ao menos para compra de insumos para projetos de pesquisa focados na pandemia.

PUBLICIDADE

O valor limite para 2021 foi determinado por portaria do Ministério da Economia publicada no último dia de 2020, quando o ministro Paulo Guedes estava de férias. A portaria é assinada pelo seu substituto, Marcelo Pacheco dos Guaranys, que também assinou a portaria anterior, que definiu a cota para 2020.

Na terça, a Secretaria da Saúde de São Paulo confirmou os três primeiros casos no estado da nova variante do coronavírus identificada inicialmente no Amazonas. Cientistas afirmam que ela pode ter maior potencial de transmissão. A identificação foi realizada pelo Laboratório Estratégico do Instituto Adolfo Lutz, vinculado à Secretaria de Saúde.

Na terça, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, afirmou que a alta de casos no início do ano “foi uma situação completamente desconhecida para todo mundo”, e a atribuiu à nova variante do coronavírus.

Pazuello é alvo de uma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski, que determinou a instauração de um inquérito para investigar sua conduta durante a crise sanitária no Amazonas. A Polícia Federal já foi notificada e deve instaurar o inquérito.

Na terça, o Tribunal de Contas da União apontou ilegalidade no uso de recursos do Sistema de Saúde para aquisição de cloroquina como tratamento contra covid, apesar de sua eficácia não estar cientificamente comprovada. O TCU deu cinco dias para que o ministro Pazuello apresente explicações.

4. Disputa pela Câmara

Segundo informações de bastidores publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo, em uma reunião fechada na terça, o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) manifestou insatisfação com o presidente nacional de sua sigla, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto.

Maia está descontente com a dificuldade de unir o partido em torno da candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) como seu sucessor, e chegou a dizer que o DEM pode receber a alcunha de “partido da boquinha”, atribuída no passado ao PT. O encontro ocorreu no Palácio da Cidade, sede da Prefeitura do Rio de Janeiro, e contou com a presença do prefeito Eduardo Paes (DEM) e de deputados federais de vários partidos. Rossi enfrentará na próxima segunda (1º) a candidatura de Arthur Lira (PP-AL), líder do centrão apontado como favorito por Jair Bolsonaro.

Maia teria mostrado insatisfação por ACM Neto não agir para impedir manifestações pública de apoio a Lira por integrantes do DEM da Bahia. Oficialmente, o DEM está alinhado à candidatura de Rossi. Mas, como a votação é secreta, há espaço para traições. De acordo com o jornal O Globo, Rossi se reuniu na terça com Paes e com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), para tentar garantir votos.

Além disso, na quarta-feira a Petrobras aumentou o preço médio do diesel nas refinarias em 4,4%. Em resposta, a CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos), uma das entidades que representam caminhoneiros, afirmou que há aumento da insatisfação que pode gerar adesão ao movimento grevista marcado para 1º de fevereiro. O governo insiste que o movimento não tem adesão. Petroleiros afirmaram que devem aderir à paralisação, se ela de fato ocorrer.

Segundo o jornal Valor, a equipe econômica já prepara planos para colocar em prática o pagamento de um novo auxílio emergencial, caso a piora da pandemia e a pressão pelo benefício continuem. A pasta é, no entanto, contrária à medida. Uma das alternativas em estudo é reduzir o número de beneficiários e oferecer um valor menor, de R$ 200, por três meses.

Os gastos seriam encaixados como crédito extraordinário, o que os deixaria fora do teto de gastos. Mas, para isso, o Congresso precisaria aprovar a desindexação dos gastos da União, adotar o congelamento nominal de despesas e proibir reajustes a servidores.

5. Radar corporativo

A temporada de resultados começou na noite da última terça-feira, com a divulgação dos números da Cielo. A maior empresa de meios de pagamentos do país teve lucro líquido de R$ 298,2 milhões entre outubro e dezembro, aumento de 34,7% sobre um ano antes,  com o foco no segmento mais lucrativo de pequenos clientes e uma política de redução de custos compensando os efeitos da queda de clientes e os prolongados efeitos da crise gerada pela Covid-19.

Já a Locaweb anunciou nova aquisição: a compra da plataforma Connectplug por R$ 18 milhões. “A Locaweb, que já tem o mais completo ecossistema de soluções tecnológicas para PME’s (pequenas e médias empresas) e forte atuação no mercado de food services com a delivery direto, reforça o seu portfólio e entra para o importante mercado de soluções de tecnologia para o comércio físico, e segue se consolidando como a melhor opção para digitalizar as empresas do Brasil”, afirmou em comunicado ao mercado.

A Klabin, por sua vez, firmou acordo para a associação com um fundo de investimento florestal (Timber Investment Management Organization – Timo) para exploração da atividade em Santa Catarina. A Klabin contribuíra com aporte de cerca de 9,7 mil hectares de florestas plantadas, enquanto a Timo entrará com até 500 milhões de reais em caixa, parte no fechamento da operação e o restante em até 3 anos, detalhou a empresa.

A Enauta, por sua vez, informou nova interrupção da produção no Campo de Atlanta, poucas horas depois após ter informado que o reparo no aquecedor foi realizado, e a produção no poço 7-ATL-4HB-RJS tinha sido reiniciada. Porém, posteriormente ela informou que o equipamento não funcionou adequadamente e a companhia decidiu realizar sua troca definitiva, com prazo de retorno estimado ainda para o primeiro trimestre deste ano. Os reparos e trocas dos equipamentos serão realizados pelo operador do FPSO.

“Vale destacar que, enquanto esteve em operação, o poço 7-ATL-4HB-RJS atingiu pico de produção de 9,0 mil barris de óleo.
Tal interrupção não altera o cronograma já divulgado de retomada da produção dos demais poços. A companhia reitera a estimativa de produção média diária do Campo para o ano de 2021 de 14,0 mil barris de óleo por dia, com margem de variação de 10% (dez por cento) negativa ou positiva quando verificada a média diária em base anual”, destacou.

Segundo o Valor, o Grupo BIG (ex-Walmart Brasil) e as Casas Bahia disputam na Justiça devido à semelhança entre suas logomarcas, ambas com letras “B” grandes, que poderia confundir clientes. O processo foi aberto em agosto pelo BIG e pede a suspensão de publicidade das Casas Bahia.

A JSL informou que firmou contrato para compra da Pronto Express Logística por R$ 288,6 milhões. A S&P Global Ratings atribuiu rating brAA e perspectiva estável à fabricante de pás para geradores de energia eólica Aeris. A Fitch atribuiu rating BB- para a Movida Participações.

(com Reuters e Agência Estado)

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!