Fique de olho

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta quarta-feira

Bolsas mundiais seguem rali com investidores monitorando pacote fiscal nos EUA e Fomc; Congresso deve votar LDO e mais destaques

arrow_forwardMais sobre
Bandeira dos EUA
(Shutterstock)

SÃO PAULO – As bolsas internacionais e as commodities registram alta na sessão desta quarta-feira (16), o que pode renovar o ânimo do Ibovespa após o índice superar os 116 mil pontos na véspera (veja mais clicando aqui), com os investidores atentos principalmente às negociações de estímulos nos EUA se somando à possibilidade de mudança no programa de compra de títulos pelo Fomc. A sessão desta quarta também marca o vencimento de opções sobre Ibovespa na B3.

O Congresso deve votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) hoje após Câmara aprovar ontem renegociação da dívida de estados sem incluir gatilhos para conter gastos, levando Rodrigo Maia, presidente da Câmara, a renovar crítica ao governo. Já o presidente Jair Bolsonaro deve anunciar detalhes do plano de vacinação com país perto dos 7 milhões de casos. Confira os destaques:

1.Bolsas mundiais

As bolsas europeias sobem impulsionadas por declarações que levam a otimismo quanto à aprovação de um novo pacote comercial pós-Brexit na Europa, e um novo orçamento somado a um pacote de estímulos nos Estados Unidos.

Na terça (15), Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, órgão Executivo da União Europeia, afirmou que houve progresso nas negociações com o Reino Unido sobre o acordo comercial pós-Brexit, impulsionando o valor de ações.
Ela afirmou que os próximos dias devem ser “críticos”. O atual acordo comercial tem prazo para se encerrar em 31 de dezembro.

No continente europeu, os investidores também acompanham o fechamento de economias importantes como Alemanha, Holanda e Itália durante o período de Natal, com o intuito de impedir um forte aumento de casos de infecção por covid.

Inicialmente, o plano desses países era relaxar as regras durante o período natalino.

Nesta quarta, a Alemanha inicia um lockdown de um mês. Escolas e negócios considerados não essenciais devem fechar.

O país voltou a registrar recorde de mortes por covid na quarta. Foram 910, muito acima do patamar de 206 registrado dois dias antes. No mesmo dia, a Alemanha também registrou seu recorde de novos casos, 33.825.

Após críticas, o Reino Unido também está reconsiderando seus planos de relaxar as restrições durante o Natal.

PUBLICIDADE

Nos Estados Unidos, as ações também tiveram altas na terça, acompanhando declarações que alimentaram a esperança de um novo pacote de estímulos para a economia americana, afetada pela pandemia de covid, e de um novo orçamento para o governo. O otimismo se mantém no caso dos índices futuros nesta quarta.

O prazo inicial para votar ambos os temas se encerrava na semana passada, mas congressistas o prorrogaram para a próxima sexta (18).

Na quarta, a presidente da Câmara dos Estados Unidos, a democrata Nancy Pelosi, convidou líderes congressistas para discutir ambos os temas na quinta (17). Entre os convidados está o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnel, que afirmou a repórteres que “progresso significativo” vem sendo feito.

Sem um novo pacote de estímulos, milhões de americanos perderão acesso a benefícios voltados a desempregados, logo depois do Natal. Sem um novo orçamento, o governo americano entra em “shutdown”, e apenas serviços considerados essenciais continuam a funcionar.

Investidores também acompanham nesta quarta a reunião do comitê de política monetária Federal Reserve, o banco central americano. O Fed, que enfrenta uma desaceleração da economia à medida que o surto da Covid-19 piora, está considerando a possibilidade de alterar seu programa de compra de ativos para fornecer mais suporte para o crescimento, segundo informações da Bloomberg.

As bolsas asiáticas fecharam em alta na quarta-feira, seguindo o movimento das bolsas americanas, impulsionadas pelo otimismo com a perspectiva de um novo pacote de estímulos.

No Japão, as exportações caíram 4,2% em novembro em comparação com o mesmo mês do ano anterior, segundo dados do Ministério das Finanças divulgados na quarta. O desempenho fica bem abaixo da expectativa de economistas ouvidos pela agência internacional Reuters, que previam crescimento de 0,5%.

O índice Nikkei, do Japão, fechou em alta de 0,26%; o Hang Seng Index, de Hong Kong, teve alta de 0,97%; o Kospi, da Coreia do Sul, subiu 0,54%; e o Shanghai SE, da China, caiu 0,01%.

PUBLICIDADE

No mercado de commodities, o petróleo WTI se sustenta em torno de US$ 47; metais sobem em Londres e maioria das commodities agrícolas avança.

Confira o desempenho dos principais índices às 7h30 (horário de Brasília):

Estados Unidos
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,27%
*Nasdaq Futuro (EUA), +0,33%
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,23%

Europa
*Dax (Alemanha), +1,52%
*FTSE 100 (Reino Unido), +0,97%
*CAC 40 (França), +0,83%
*FTSE MIB (Itália), +0,89%
Ásia
*Nikkei (Japão), +0,26% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong) +0,97% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +0,54% (fechado)
*Shanghai SE (China), -0,01% (fechado)

Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +0,13%, a US$ 47,75 o barril
*Petróleo Brent, +0,39%, US$ 50,96 o barril
*Bitcoin, US$ 19.657,30, +2,58%
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 2,96%, cotados a 1008,0 iuanes, equivalente hoje a US$ 154,42 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,53

2. Agenda de indicadores

Às 6h foi divulgado o índice PMI composto, da Markit, na Zona do Euro, considerado um bom indicador da saúde econômica. O índice subiu a 49,8 pontos em dezembro, frente 45,3 em novembro, indicando leve retração. Qualquer desempenho acima de 50 pontos indica expansão, abaixo, retração.

O índice PMI focado no setor de serviços foi a 47,3 em dezembro, frente 41,7 em novembro, bem acima da expectativa de analistas ouvidos pela Reuters, de 41,9 pontos.

O índice PMI focado no setor industrial foi a 55,5 pontos, frente 53,8 pontos em novembro, o maior patamar desde maio de 2018, e acima da expectativa mediana de analistas ouvidos pela Reuters, de 53 pontos.

PUBLICIDADE

O índice PMI focado em emprego ficou em 49,4 pontos, frente 48,2 em novembro.

Às 7h será divulgado o custo da mão de obra relativo ao terceiro trimestre na Zona do Euro. No mesmo horário, a balança comercial em outubro no bloco.

Às 8h, a FGV divulga o índice de inflação IPC-S.

Às 9h a MBA (sigla em inglês para Associação dos Bancos Hipotecários) divulga seu índice sobre pedidos de hipotecas semanal, relativo a 11 de dezembro nos Estados Unidos.

Às 10h30 são divulgados dados de vendas no varejo relativas a novembro nos Estados Unidos.

Às 11h45 são divulgados os índices Markit composto, de serviços e de manufatura nos Estados Unidos, relativos a dezembro.

Às 12h são divulgados dados de estoques de empresas nos Estados Unidos, relativos a outubro. No mesmo horário, a NAHB (sigla em inglês para Associação Nacional de Construtores) divulga seu índice sobre o mercado imobiliário relativo a dezembro.

Às 16h o FOMC (sigla em inglês para Comitê Federal de Mercado Aberto) divulga suas decisões sobre a taxa de juros nos EUA.

3. Vacinação no Brasil

O Brasil registrou nas últimas 24h 964 mortes por covid. Foi a primeira vez que o patamar superou 900 mortes em quase três meses.

Assim, a média móvel de mortes nos últimos dias chegou a 667, patamar 25% superior ao de 14 dias antes, e o mais alto desde outubro, quando a média móvel chegou a 675. Dezoito estados e o Distrito Federal registraram alta de mortes.

Em 24 horas, foram confirmados 44.849 novos casos de covid, atingindo uma média móvel de 42.620 casos em sete dias, aumento de 11% frente o patamar de 14 dias antes.

Na terça, o Ministério da Saúde enviou ao Supremo Tribunal Federal informações sobre o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação. O governo afirmou que o plano seria integralmente executado em 16 meses, sem informar uma data exata para o início da imunização no Brasil.

Mas afirmou que, após o registro de uma vacina ou autorização para uso emergencial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o produto poderá ser comprado e entregue ao Complexo de Armazenamento do Ministério da Saúde. Depois disso, a previsão de distribuição para unidades da federação seria de até cinco dias, abrindo caminho para o início da vacinação.

O governo estipulou quatro grupos prioritários, mas não revelou sua composição. Nesta quarta durante a manhã, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, pretendem apresentar o plano, possivelmente trazendo novos detalhes.

Na terça, o deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), relator da medida provisória sobre a compra da vacina contra a covid a ser produzida pelo consórcio internacional Covax Facility, coordenado pela Organização Mundial de Saúde, afirmou que pretendia incluir a previsão de que cidadãos assinassem um termo de responsabilidade antes de se vacinarem, como fora defendido pelo presidente.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, no entanto, que conversou com o colega de partido, e que a medida provisória deve ser votada na quinta sem este ponto. Maia afirmou que, se o presidente desejar pode enviar a proposta como emenda.

4. LDO, equilíbrio fiscal e salário mínimo

O Congresso deve analisar nesta quarta, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), projeto que serve de base para o Orçamento de 2021. O relator da proposta da LDO, senador Irajá (PSD-TO),apoia meta fiscal fixa e amplia metas do governo, segundo informações da Agência Senado.

Já em entrevista coletiva na terça, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que o governo adiou a análise de propostas prioritárias para a retomada da economia.

“Acho que o governo desistiu desse enfrentamento em relação ao equilíbrio fiscal. Isso vai gerar uma pressão muito grande nos primeiros meses do próximo ano, na minha opinião. Eu acho que nós vamos entrar o ano sem clareza de qual vai ser o caminho em relação ao seu gasto público. Acho que o governo perdeu a vontade, as condições e o interesse de, de fato, manter a política que foi prometida pelo ministro da Economia antes de assumir o mandato, que era caminhar para um déficit zero (…) Prometeram os gatilhos da PEC Emergencial, desistiram. Por isso que o relator desistiu inclusive de relatar a PEC. E agora, numa última tentativa da inclusão nisso, no projeto de lei complementar, que tinha dúvidas jurídicas inclusive, até da nossa assessoria, mais uma vez o governo desiste desse desgaste”, afirmou.

Na terça, o Senado aprovou, em votação-relâmpago, o projeto de reestruturação da dívida dos estados, que muda o regime de recuperação fiscal, de forma a permitir que Rio Grande do Sul, Goiás e Minas Gerais participem.

Ele tem como propostas permitir que estados que não cumpriram o teto de gastos em 2018 e 2019 não percam a renegociação da dívida com a União feita em 2016; autorizar a governadores e prefeitos a ampliação de empréstimos desde que ofereçam contrapartidas; e suspender o pagamento da dívida no caso de estados em situação financeira próxima à falência. O texto segue para sanção presidencial.

Também na terça, o Ministério da Economia alterou por ofício o projeto de lei de diretrizes orçamentárias, e elevou a previsão para o salário mínimo em 2021 a R$ 1.088, frente os R$ 1.045 atuais. Assim, o salário mínimo deverá ficar sem aumento real.

Além disso, Bolsonaro participa nesta manhã, por videoconferência, da 57ª reunião de cúpula de chefes de Estado do Mercosul. O encontro marcará o fim da presidência do Uruguai sobre o bloco. A Argentina assumirá seu lugar.

5. Radar corporativo

No radar corporativo, a Suzano anunciou na terça-feira que seu conselho de administração aprovou plano de investimento de R$ 4,9 bilhões para 2021.

Já o conselho de administração da PetroRio aprovou nesta terça-feira o início dos trabalhos para realização de oferta pública de ações com esforços restritos, visando a captar cerca de US$ 250 milhões.

Já a Engie Brasil aprovou nesta terça-feira crédito de dividendos intercalares adicionais no valor de R$ 554,4 milhões, correspondentes a R$ 0,68 por ação, informou a empresa em comunicado. Além disso, o conselho da Engie Brasil também aprovou crédito de juros sobre o capital próprio no valor de R$ 175 milhões, correspondentes a R$ 0,21 por ação, com registro contábil programado para 31 de dezembro de 2020. Ele também será pago posteriormente, acrescentou a companhia.

Já a Sanepar, companhia de água e esgoto do Paraná, anunciou na terça-feira a prorrogação da tarifa social por 90 dias a partir de 20 de dezembro.

Também em destaque, a Neogrid teve preço em IPO de R$ 4,50 por ação, abaixo do piso.

Quer receber aluguel sem ter imóvel? Thomaz Merluzzi, estrategista de Fundos Imobiliários da XP, oferece treinamento gratuito para quem busca uma fonte de renda passiva – inscreva-se já!