Doações

Organização criada para libertar fundador do WikiLeaks levanta US$ 38 milhões em Ethereum

Recursos serão usados para a defesa judicial de Julian Assange

Por  CoinDesk

A AssangeDAO, uma organização autônoma descentralizada (DAO) que está levantando dinheiro para a defesa do fundador do Wikileaks, Julian Assange, arrecadou 12.350 Ethereum (ETH) – o equivalente a US$ 38 milhões –, de acordo com a plataforma de arrecadação de fundos Juicebox. É um recorde.

A entidade começou a aceitar doações na quinta-feira (3) e já ultrapassou a ConstitutionDAO, que tentou comprar a Constituição dos EUA em um leilão.

De acordo com seu site, a AssangeDAO é um grupo de “cypherpunks” que começou a se formar em 10 de dezembro, quando um tribunal do Reino Unido autorizou a extradição de Assange para os EUA, onde ele pode pegar 175 anos de prisão.

No início deste ano, o fundador do WikiLeaks recebeu o direito de solicitar à Suprema Corte do Reino Unido que bloqueasse sua extradição para o país norte-americano, onde enfrentaria acusações criminais sob a Lei de Espionagem por seu papel na obtenção e publicação de documentos governamentais confidenciais.

O grupo usará os lucros para fazer o leilão de uma arte em token não fungível (NFT) criada por Assange e o artista digital Pak. A peça, chamada “Clock 1/1”, é um relógio mudo que conta os dias que Assange passou atrás das grades.

Os rendimentos serão administrados pela Wau-Holland Foundation, organização sem fins lucrativos com sede na Alemanha que vem dando apoio para o WikiLeaks desde 2009, segundo entrevista de Pak à publicação de arte ArtNet.

A DAO ofereceu 2.000 ETH na arte de Pak nesta terça-feira (8).

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe