Decisão do cartel

Opep+ decide elevar acréscimo mensal da oferta em julho a 648 mil barris por dia

O próximo encontro ministerial foi agendado para 30 de junho.

Por  Estadão Conteúdo -

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) decidiu nesta quinta-feira, 2, após reunião regular, elevar a sua produção da commodity em 648 mil barris por dia (bpd) em julho, elevando o acréscimo anteriormente previsto, de 432 mil bpd. Segundo a entidade, o aumento de 432 mil bpd previsto para setembro vai ser adiantado e distribuído igualmente entre julho e agosto.

De acordo com comunicado divulgado pelo cartel, observou-se “a reabertura recente de grandes economias que estavam em quarentena”, além da previsão de que o refinamento global do óleo “aumente após manutenção sazonal”.

Não houve menção ao embargo da União Europeia (UE) a importações de petróleo da Rússia, aliada do grupo.

O cartel reiterou também a importância de os países aderirem aos mecanismos de conformidade e compensação do acordo até o final do mês que vem.

O próximo encontro ministerial foi agendado para 30 de junho.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe