Hoje caiu 7%

Onda de IPOs na China pode mostrar se a bolha já está estourando, diz Market Watch

Depois de cair 7,39% em um único pregão, a bolsa de Xangai já começa a ligar uma luz amarela para os investidores que acreditam em bolha

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Fortes valorizações em um período de desaceleração econômica, muitas pessoas físicas comprando ações e múltiplos exageradamente altos. Essa é, em termos gerais, a receita para uma bolha no mercado de capitais e é justamente o que ocorre na bolsa de Xangai, na China. Normalmente, analistas e economistas veem períodos assim como uma possibilidade de surfar na onda das altas antes do estouro. 

O problema é que isso pode acontecer antes do que todo mundo espera, segundo Craig Stephen, colunista do Market Watch. Na semana passada, o índice de Xangai, o mais importante da China continental, caiu 13%. Sendo que 400 ações registraram perdas da ordem de 10%, mostrando uma pressão vendedora que deve continuar esta semana. Hoje, a bolsa chinesa mostrou ainda mais fraqueza recuando 7,39% em uma única sessão. 

Stephen lembra um argumento frequente dos que falam sobre bolha na China, que é o das particularidades do mercado do gigante asiático. “É frequentemente dito que com o mercado financeiro ‘politicamente dirigido’ da China, o bull market (mercado em tendência de alta, bom para os compradores), continuará enquanto o governo quiser que ele continue. Mas o importante mesmo é prever como os investidores novatos reagirão a essa última correção”. 

Aprenda a investir na bolsa

Uma pista do dedo do PCC (Partido Comunista Chinês) no bull market atual é o preço das ações que participam desta onda de IPOs (Ofertas Públicas Iniciais, na sigla em inglês), frequentemente abaixo do preço-justo para provocar um fluxo forte de compras nas aberturas pelos investidores do varejo, aqueles com um perfil não tão qualificado e com menos dinheiro na conta. Na China, o órgão regulador não só define quem pode entrar no mercado de capitais como também os preços dessas listagens. Quando uma companhia quer ter sua listagem aprovada, ela não pode ser precificada em um múltiplo maior do que 23 vezes o lucro. 

Por causa desta subprecificação, muitas ações disparam 200% no primeiro mês de negociação. Isso explica por que tantas pessoas estão entrando no mercado hoje, com milhões de novas contas sendo abertas em corretoras toda semana. O colunista avisa que em um mercado tão movido pelo varejo, o comportamento dos novos investidores pode ser o mais importante, já que em algum momento será inevitável que a oferta de investidores do varejo atinja os seus limites naturais. 

Na semana passada, o índice de novos IPOs na China caiu 10% da sua máxima no dia 27 de maio. Se os novos papéis não conseguirem entregar ganhos astronômicos nos primeiros dias de negociação, os investidores novos podem ficar tensos. Enquanto o mercado de imóveis tem uma desaceleração e as taxas de juros em queda tornam outros tipos de investimento menos rentáveis, a oportunidade de ganhar dinheiro investindo fica no mercado de ações.

O governo chinês então se encontra em um impasse, porque se mantiver nesta trajetória de cortar taxas e depósitos compulsórios para estimular a economia, ele pode inflar a bolha e se tomar medidas para reduzir o ímpeto dos investidores pessoas físicas no mercado, ele pode trocar a “ganância” pelo “medo”, ele pode causar um estouro da bolha.