Oferta de notas promissórias se destacam entre emissões de novembro, mostra Anbima

Dos R$ 3,7 bilhões captados pelas empresas no mercado doméstico, 71,4% vieram desse segmento, mostra a associação

Por  Lara Rizério

SÃO PAULO – As notas promissórias lideraram as emissões no mercado de capitais em novembro, com 71,4% dos valores mobiliários emitidos no período, segundo dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). As empresas brasileiras captaram R$ 3,7 bilhões em novembro, concentrados nos segmentos de renda fixa, sendo que R$ 2,7 bilhões foram de promissórias.

O mês de novembro mostrou-se fraco para captações, avaliou a associação, principalmente para o mercado acionário – segmento que mais foi impactado pelas turbulências internacionais. Já para os demais instrumentos de renda, houve duas captações com debêntures, totalizando R$ 156 milhões, além de duas com FIDCs ( Fundos de Investimento em Direitos Creditórios), com uma soma de R$ 400 milhões.

Já o destaque positivo do mês ficou com o CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários). Durante novembro, foram realizadas 12 operações com um total de captação de R$ 510 milhões.

Mercado internacional
Dados parciais mostram que entre os meses de novembro e dezembro haverá captação de US$ 4,3 bilhões no mercado internacional, o que eleva o montante em 2011 para US$ 37 bilhões.

Em outubro, o resultado fechado mostrou que foram realizadas duas operações de captação com a Eletrobras (ELET3, ELET6): uma com títulos de renda fixa, que movimentou US$ 1,75 bilhão, e outra no segmento de renda variável, de US$ 155 milhões.

Compartilhe