Expert XP

O segredo para investir no Brasil: veja o que aconteceu nos desenvolvidos e “espere”

Durante a Expert 2016, Martin Escobari explica porque o private equity General Atlantic conseguiu tanto sucesso em investimentos no Brasil

ATIBAIA – Está muito difícil estar otimista com o Brasil no curto prazo, mas o longo prazo guarda uma expectativa extremamente positiva, principalmente para o private equity que se acostumou a ganhar em média mais de 50% ao ano na década atual. O segredo: ver o que aconteceu com os desenvolvidos e “esperar” acontecer no Brasil, explica Martin Escobari, responsável pelas operações do private equity General Atlantic na América Latina.

A explicação foi dada durante sua apresentação nesta sexta-feira (24) na Expert 2016, evento promovido pela XP Investimentos para premiar os principais escritórios e assessores credenciados à corretora. 

Nascido na Bolívia, Escobari mora no Brasil há 15 anos. Foi co-fundador do site de varejo eletrônico submarino.com.. Na GA, esteve presente em investimentos de sucesso, como Smiles (SMLE3) e Linx (LINX3). O private equity recentemente fez investimentos na rede de farmácias Pague Menos e aumentou sua participação da XP Investimentos.

PUBLICIDADE

Confira os principais trechos da apresentação:

Como investir no Brasil
Como investimos no Brasil? Investimos em empresas duradouras que consigam ser resilientes. Seguimos essas três regras: veja o futuro; reaja rapidamente; e procure resiliência. O Brasil é atrasado. Se olhar na indústria que você está focado para o que aconteceu nos países mais desenvolvidos, com 90% vai acontecer idêntico aqui e com 100% vai acontecer muito parecido.

O maior problema de investir no Brasil é a baixa flexibilidade. Não conseguimos enxergar o que vai acontecer nos próximos dois anos.

Curto prazo difícil
Gostaria de ser otimista, mas não consigo. O governo precisa aprovar muitas medidas impopulares, mas não tem o ambiente necessário para isso. Mas é evidente que as perspectivas de longo prazo são excepcionais”.

Investimentos na XP e no Pague Menos
Por que investimos R$ 800 milhões na rede de farmácias Pague Menos ano passado? Porque o Brasil está envelhecendo e quanto mais você vive, mais gasta com remédios. E como no Brasil já tivemos 4 crises nos últimos 18 anos, é importante buscar negócios com resiliência, que consigam crescer nesses cenários.

Sobre a XP: o Brasil é o País com mais clientes insatisfeitos com os valores dos seus bancos. Ou seja, ninguém no mundo está mais p*** com seus bancos que os brasileiros. Por isso acredito que alguém precisa oferecer serviços de mais qualidade aos seus clientes.

PUBLICIDADE

Acompanhe a cobertura em tempo real da Expert 2016 clicando aqui!