Setor elétrico

Novas tarifas de energia indicam perda de 70% nas receitas, diz jornal

Cálculos iniciais feitos pela Abiape, indicam que o valor é 72,4% menor que a média de R$ 85 por mW/h praticada no País atualmente

arrow_forwardMais sobre

BRASÍLIA – Após a divulgação na noite de quinta-feira (1), das novas tarifas de geração para 81 usinas que poderão renovar seus contratos de concessão, executivos do setor já começaram a calcular o impacto que os valores atualizados para baixo pelas próximas três décadas podem causar nas finanças das companhias.

De acordo com publicação do O Estado de S.Paulo, contas preliminares indicam uma redução média de mais de 70% nas receitas dessas unidades.

Segundo a publicação, cálculos iniciais feitos pelo presidente da Associação Brasileira de Investidores em Auto Produção de Energia (Abiape), Mário Menel, indicam que considerando um fator de 0.55 correspondente à produtividade média de todas as usinas do setor interligado brasileiro, chegam a um resultado médio de R$ 23,46 por mW/h para o grupo das 81 unidades em processo de renovação. O valor é 72,4% menor que a média de R$ 85 por mW/h praticada no País atualmente.