Em mercados

BCE prevê crescimento maior do PIB da zona do euro em 2019 e menor em 2020

Presidente do BCE, Mario Draghi anunciou durante coletiva de imprensa que a instituição agora prevê que o PIB da zona do euro crescerá 1,2% este ano

Mario Draghi presidente BCE
(Reuters)

O Banco Central Europeu (BCE) revisou hoje suas projeções de crescimento econômico e de inflação da zona do euro para este e os próximos dois anos, após decidir mais cedo manter suas principais taxas de juros inalteradas, mas indicar que pretende deixá-las nos níveis atuais por ao menos mais seis meses, até o fim do primeiro semestre de 2020.

Presidente do BCE, Mario Draghi anunciou durante coletiva de imprensa que a instituição agora prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro crescerá 1,2% este ano. A previsão anterior era de avanço um pouco menor, de 1,1%.

O BCE, por outro lado, cortou suas projeções de expansão do PIB para 2020, de 1,6% para 1,4%, e também para 2021, de 1,5% para 1,4%.

Quanto à taxa de inflação ao consumidor, o BCE elevou sua projeção para 2019, de 1,2% para 1,3%, cortou a previsão para 2020, de 1,5% para 1,4%, e manteve a de 2021, em 1,6%.

 

Contato