Em mercados

Veja o gráfico que mostra o tamanho da gigantesca crise na Venezuela

Inflação do país chegará a 10.000.000% em 2019, segundo projeções do FMI

SÃO PAULO - A crise na Venezuela impressiona por seu tamanho e dramaticidade. Em outubro do ano passado, o Fundo Monetário Internacional (FMI) projetou que o país governado por Nicolás Maduro terá uma inflação de 10.000.000% (dez milhões por cento) em 2019. No dia 1º de maio deste ano, a oposição liderada por Juan Guaidó tentou derrubar o governo, mas as manifestações foram sufocadas pelo regime

Para enxergar o tamanho da crise em que o país se envolveu por uma conjunção de fatores que vai da péssima gestão econômica de Maduro à queda nos preços do petróleo internacionalmente em 2014, números e gráficos são muito importantes. E a política monetária do país se mostra completamente equivocada quando vemos a evolução da inflação. 

O gráfico em movimento publicado no Twitter pelo economista Ricardo Amorim mostra a evolução das maiores inflações do mundo desde a década de 1980, e de 2014 para cá, o regime de Maduro disparou na primeira posição. Confira: 

 

Contato