Em mercados

Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

Segundo o Corpo de Bombeiros, os dois ocupantes da aeronave morreram carbonizados

Ricardo Boechat
(Reprodução)

Um helicóptero caiu no início da tarde de hoje (11) em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista, ao interior.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os dois ocupantes da aeronave morreram carbonizados. Um deles era o jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos.

O motorista de um caminhão que foi atingido no acidente foi resgatado pelo serviço da concessionária que administra a via. O fogo no local já foi extinto.

Boechat apresentava o Jornal da Band e era âncora da rádio Band News FM, além de colunista da revista IstoÉ. Sua morte foi anunciada com muita emoção nas emissoras do Grupo Band.

Segundo a rádio Band News FM, Boechat havia participado de um evento de um laboratório farmacêutico em Campinas, a cerca de uma hora de São Paulo, e voltava de helicóptero para a capital paulista.

"Ele era o maior jornalista do país", disse José Luiz Datena no plantão do canal de TV Band News. Boechat também passou pelos diários O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil e pela TV Globo. Foi ainda laureado três vezes com o Prêmio Esso.

O presidente Jair Bolsonaro disse que recebe "com pesar" a notícia do falecimento de Boechat. "Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito [sic], bem como do piloto. Que Deus console todos", escreveu o mandatário no Twitter.

(Com Agência Brasil e Ansa Brasil)

 

Contato