Em mercados

Copom, PIB dos EUA e resultados: tudo o que você precisa acompanhar nesta semana no mercado

Confira os principais eventos que vão definir o rumo do mercado nesta semana

Banco Central
(REUTERS/Ueslei Marcelino)

SÃO PAULO - Após registrar seu melhor mês em um ano, o Ibovespa começou fevereiro em compasso de espera de olho no início dos trabalhos no Congresso. Para os próximos dias, a agenda fica um pouco mais tranquila, mas com eventos importantes para os investidores acompanharem.

Com as presidências da Câmara dos Deputados e do Senado Federal definidas com as eleições de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) respectivamente, agora começam os trabalhos para negociação e votação de projetos prioritários, principalmente a reforma da Previdência. A partir desta semana será possível ter uma noção maior da base que o governo tem para conseguir aprovar estes projetos.

A GO Associados também ressalta que o episódio do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho ainda terá desdobramentos na cena política nacional. Representantes da Amig (Associação de Municípios Mineradores de Minas Gerais) programaram uma visita a Brasília para negociar a manutenção do pagamento de royalties aos municípios afetados pela decisão da empresa de desativar 10 barragens no estado.

Vale ainda destacar que, se os médicos confirmarem a previsão do período de dez dias, o presidente Jair Bolsonaro receberá alta na quinta-feira (7) após ter sido submetido à terceira cirurgia relacionada ao atentado a faca
que sofreu ainda na campanha eleitoral.

Resultados e indicadores
Na agenda doméstica, a semana será menos movimentada. O principal indicador no Brasil será a divulgação do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de janeiro, para o qual a GO Associados projeta alta de 0,42%, com uma variação anual de 3,73%.

Vale destacar ainda a reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), na quarta-feira (6). É praticamente unânime a opinião de que o Banco Central irá manter os juros inalterados. Apesar disso, há uma grande expectativa pelo comunicado, que pode trazer mais detalhes sobre quanto tempo as taxas permanecerão inalteradas e até se o BC avalia um corte de juros.

Ainda no Brasil, a temporada de resultados corporativos do quarto trimestre de 2018 ganha força, com pelo menos 10 empresas já agendadas para apresentarem seus números. O grande destaque fica para o Itaú Unibanco (ITUB4), que divulga seu balanço após o fechamento do pregão desta segunda-feira (4). 

Chamam atenção ainda a Lojas Renner (LREN3), na quinta-feira (7) também após o fechamento da bolsa, além da Klabin (KLBN11), que no mesmo dia apresenta seu resultado financeiro, mas desta vez antes do início dos negócios na B3.

No exterior, destaque para a divulgação do PIB (Produto Interno Bruto) do quarto trimestre de 2018 dos EUA, na quarta-feira (6). O indicador já devia ter sido publicado, mas acabou adiado por conta da paralisação do governo nas últimas semanas.

Os investidores ficarão atentos ainda aos dados de pedidos de bens duráveis e de vendas de comércio de dezembro, que saem nesta segunda feria (4). Na terça-feira (5), serão divulgadas a balança comercial de dezembro e a sondagem PMI não-Industrial do ISM e da Markit de janeiro.

Por fim, na quinta-feira (7), saem os índices de preços PCE, os dados da renda e dos gastos pessoais do quarto trimestre e os pedidos por seguro desemprego. Vale destacar ainda que o mercado chinês ficará fechado na semana por conta do feriado de ano novo.

Clique aqui e confira a agenda completa de indicadores e resultados.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

Contato