Em mercados

Queda do juro básico veio para ficar, diz presidente do BNDES

Dyogo frisou que o País está às margens de uma nova era da economia, que vai mudar o mercado, diante da queda do juro básico

Dyogo Oliveira
(Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Dyogo Oliveira, reiterou o compromisso do banco de fomento com a agenda do mercado de capitais durante cerimônia de posse da nova diretoria da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). "Nas economias modernas sabemos que a capacidade de financiamento e decisões de investimentos e consumo dependem do bom funcionamento do mercado financeiro", disse.

Dyogo frisou que o País está às margens de uma nova era da economia, que vai mudar o mercado, diante da queda do juro básico. "Não tenho dúvida que veio para ficar. Os fundamentos hoje são incomparáveis e há maturidade dos pensadores da política econômica", acrescentou.

Segundo ele, o BNDES tem sido procurado por participantes do mercado de capitais interessados em estruturar fundos de infraestrutura, dentro da nova iniciativa anunciada pelo banco durante o Brasil Investment Forum.

Pelo programa, o BNDES vai adquirir cotas de fundos de investimento em infraestrutura para fomentar o instrumento. "Minha preocupação agora é ter títulos para esses fundos, mas isso é outro passo", afirmou.

 

Contato