Em mercados

Ibovespa abre em queda, pressionado pelo resultado das eleições na Europa

Mercado mostra preocupação após resultados de eleições de França e Grécia; Focus projeta Selic em 8,5% ao ano

SÃO PAULO - O Ibovespa inicia esta segunda-feira (7) em queda de 0,25%, aos 60.666 pontos, seguindo o pessimismo internacional por conta dos resultados das eleições na França e na Grécia, que colocam em dúvida a continuidade das medidas de para cortes de gastos tomadas para conter a crise econômica desses países.

A vitória do socialista François Hollande nas presidenciais francesas e a rejeição dos eleitores aos dois maiores partidos gregos são vistos no mercado internacional como respostas às medidas de austeridade na Zona do Euro, mas preocupam os investidores sobre o futuro dessas nações.

Cenário grego
Na Grécia, com mais de 99% dos votos apurados,a participação dos dois principais partidos do atual governo recuou para 32,0%, sendo 18,8% referente ao Nova Democracia e 13,2% ao Pasok. Com o resultado, pode ser que nenhum partido consiga formar uma coalizão de governo estável, ou seja, há dúvidas sobre se os dois partidos conseguirão a maioria de 151 deputados no Parlamento, que tem 300 cadeiras.

Sem definição sobre o comando do país, o mercado está preocupado sobre se Atenas vai dar continuidade às medidas de austeridade acordadas com credores privados ou se o novo governo vai optar por outro caminho e deixar de honrar com suas dívidas.

Saída de Sarkozy
Na França, François Hollande obteve 51,62% dos votos, contra 48,38% do presidente atual, Nicolas Sarkozy no segundo turno das eleições, que aconteceu no domingo. A vitória de Hollande colocou um socialista no controle da segunda maior economia da Europa após 17 anos.

Destaques da sessão
Entre as maiores quedas da carteira teórica do Ibovespa neste início de sessão, destaque para as ações de TIM (TIMP3, R$ 10,13, -3,52%), Usiminas ON (USIM3, R$ 17,17, -2,33%), Usiminas PN (USIM5, R$ 10,03, -2,15%), Marfrig (MRFG3, R$ 9,74, -1,62%) e Gerdau (GGBR4, R$ 16,19, -1,52%).

Por outro lado, as ações da Hypermarcas (HYPE3) registram forte valorização de 4,17%, cotadas a R$ 12,50, com os investidores digerindo os resultados do primeiro trimestre da companhia.

Agenda econômica
Entre os poucos indicadores econômicos do dia, o índice de sentimento do investidor da Zona do Euro recuou para -24,5 em maio, ante -14,7 em abril, de acordo com o grupo de pesquisa Sentix. Trata-se do segundo mês seguido de baixa e o menor nível desde o pico da crise financeira em setembro de 2009.

Já por aqui, o Boletim Focus mostrou que a projeção da taxa básica de juros brasileira caiu para 8,5% ao ano. Às 15h (horário de Brasília), será divulgada a balança comercial da última semana.

Nos EUA, a agenda conta apenas com o Consumer Credit de março, o qual mensura o volume total de crédito ao consumidor norte-americano.

 

Contato