Em mercados

Radar: acompanhe algumas das principais oscilações na bolsa nesta segunda-feira

Com poucas referências, Ibovespa opera em alta; governo autoriza transferência de ações da Petro; JBS lidera ganhos e Marfrig cai

SÃO PAULO - Em dia de baixo volume de negociações por conta das comemorações de fim de ano, o Ibovespa opera em leve alta 0,24% nesta segunda-feira (26). Na agenda econonômica, com as principais bolsas internacionais fechadas, as atenções do mercado voltam-se para a última versão do ano do Relatório Focus, divulgado pelo Banco Central.

O relatório mostrou uma expectativa maior do mercado quanto ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor - Amplo) para este ano. Já o PIB (Produto Interno Bruto) é esperado em 2,90% de avanço em 2011, e em 3,40% em 2012.

No setor corporativo, as ações do setor frigorífico seguem em sentidos opostos neste pregão, com as ações da JBS (JBSS3) liderando os ganhos pelo Ibovespa, operando a R$ 6,89, com alta de 3,76%. Enquanto isso, a Marfrig (R$ 8,59, -1,83%) opera com a maior queda pelo mesmo índice. 

Petrobras: transferência de ações
Entre as notícias em destaque, o Governo autorizou a União a transferir mais de 36 milhões de ações ordinárias da Petrobras (PETR3, R$ 28,87, -0,13%PETR4, R$ 22,23, +0,05%) a outras entidades, sem que isso resulte na perda de controle. 

Serão transferidas 16,1 milhões de ações ordinárias ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e 20,1 milhões à Caixa Econômica Federal. O total das ações repassadas representa 0,5% do total de 7,4 bilhões de papéis ordinários da empresa, sendo que a União detém 3,7 bilhões.

EDP - Energias do Brasil: direitos de exploração
Enquanto isso, a EDP - Energias do Brasil (ENBR3, R$ 41,56, +0,90%) concluiu a aquisição dos 10% remanescentes dos direitos de exploração da usina hidrelétrica Santo Antônio do Jari, através de sua controlada indireta, a ECE Participações.

Segundo comunicado da empresa, com esta aquisição, a EDP consolida 100% dos direitos de exploração da UHE Santo Antônio do Jari, no rio Jari, divisa entre o Pará e o Amapá. Lembrando que os 90% iniciais da operação foram adquiridos em meados de outubro.

Portobello: integração de operações
A Portobello (PTBL3, R$ 1,64, +11,56%) informou na última sexta-feira (23) que celebrou com a empresa de revestimentos cerâmicos Eliane um memorando de entendimentos para associação entre as companhias para integração de suas operações.  O faturamento líquido combinado das duas companhias é estimado em R$ 1,1 bilhão em 2011, com produção de 60 milhões de metros quadrados.

Fibria renegocia dívidas
A Fibria (FIBR3, R$ 14,45, 0,00%) também afirmou que renegociou parte de suas dívidas com os credores para poder elevar seu nível de alavancagem financeira para 31 de dezembro deste ano, além de 31 de março e 31 de junho de 2012.

Esses novos patamares estabelecidos não terão incidência maior de juros, e “foram definidos em níveis resilientes a cenários de estresse”. Os detalhes sobre a operação, no entanto, serão revelados quando a empresa divulgar seu resultado consolidado para 2011.

Banrisul compra Bem-Vindo
Também na semana anterior, o Banrisul (BRSR6, R$ 19,74, +0,20%) divulgou a compra de 49,9% das ações da Bem-Vindo Promotora de Vendas e Serviços, do Rio de Janeiro. A aquisição foi feita junto à J&F Participações Financeiras, do mesmo grupo do Banco Original.

O restante da participação ficará com a MatoneInvest Holding, que dividirá o controle com o banco. A Bem-Vindo oferece os serviços de crédito consignado do Original em 73 lojas próprias.

Republicação de balanços
Além disso, depois do caso de supostas irregularidades em balanços da Marfrig, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) agora volta a exigir que a Inepar (INEP4, R$ 2,16, -4,85%) republique os resultados de 2009 e 2010.

Os problemas foram detectados no ativo consolidado, que considerou todas as cobranças a fazer de clientes. Além disso, suas controladas de energia e construções terão de informar novamente a posição em títulos do Tesouro Nacional, atualmente em desacordo com critérios do Governo.

Tecnisa vende participação
Já a Tecnisa (TCSA3, R$ 9,98, -0,70%) alienou 6,25% do capital da Windsor, responsável pelo terreno do “Projeto Telefônica”. A compradora foi a BV Empreendimentos, do Grupo Votorantim, que adquiriu a participação por R$ 50 milhões. Após a operação estar completa, no entanto, a fatia do empreendimento detida pela imobiliária continuará sendo de 68,75%.

M. Dias Branco adquire marcas
Por fim, vale ressaltar a aquisição das marcas Estrela, Pelággio, Salsito e Estrela pela M. Dias Branco (MDIA3, R$ 47,35, +0,18%). A compra foi feita pelo montante de até R$ 240 milhões, sendo R$ 100 milhões pagos à vista, R$ 100 milhões dividos em quatro parcelas trimestrais de R$ 25 milhões, e o restante pago em até seis anos.

As marcas pertenciam às empresas Pelágio Participações e J. Brandão Comércio e Indústrias, que, juntas, produziam 87,6 mil toneladas de biscoitos por ano, 51,6 mil toneladas de massas e 7 mil toneladas de snacks e bolos.

 

Contato