NF-es emitidas por prestadores de serviço somaram R$ 110 bilhões

Conheça os benefícios para prestadores de serviço da nota fiscal eletrônica, que reduz custos e erros

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, anunciou, na última quarta-feira (10), os resultados obtidos com o programa de emissão de NF-es (Notas Fiscais Eletrônicas). Entre eles, está o valor total registrado em NF-es emitidas por prestadores de serviço, de R$ 110 bilhões, o que resultou na arrecadação de R$ 3,4 bilhões em ISS (Imposto Sobre Serviços), em pouco mais de um ano.

O sistema da NF-e calcula automaticamente o ISS devido e emite o documento de arrecadação, eliminando erros de preenchimento e de cálculo. Além disso, simplifica o cumprimento de outras obrigações acessórias, fato significativo para a redução dos custos fiscais assumidos pelos contribuintes.

“Ao introduzir a NF-e, a Prefeitura adotou uma solução tecnológica revolucionária que simplificou a vida do contribuinte e conseguiu aumentar a arrecadação do ISS, sem elevar alíquotas ou ampliar a base de cálculo, apenas utilizando a tecnologia, Aumentou também a eficiência na gestão tributária”, declarou o secretário municipal de finanças, Luiz Fernando Gusmão Wellisch.

Benefícios

Veja quais são os benefícios da nota fiscal eletrônica para prestadores de serviço, apontados pela Prefeitura de São Paulo:

  • Elimina erros de cálculo e de preenchimento de documentos de arrecadação;
  • Permite que o contribuinte acompanhe seu recolhimento de ISS;
  • Reduz custos de armazenagem de documentos fiscais;
  • Incentiva o uso de relacionamentos eletrônicos com seus tomadores;
  • Simplifica obrigações acessórias, com a dispensa da AIDF (Autorização de Impressão de Documentos Fiscais) e a não-escrituração da DES (Declaração Eletrônica de Serviços);
  • CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

  • Reduz os custos de confecção e impressão de talonário de notas fiscais.
Compartilhe