Resultados do 2° tri; ações caem

Netflix decepciona com número de novos clientes abaixo do esperado; expectativa está em novas produções

Netflix está enfrentando maior pressão porque a pandemia impulsionou a empresa, com consumidores passando muito mais tempo online

SÃO PAULO – A Netflix (NFLX34) divulgou seus resultados do segundo trimestre nesta terça-feira (20) e apresentou números mistos. De um lado, teve uma ligeira alta na receita para US$ 7,34 bilhões, acima da expectativa de US$ 7,32 bilhões esperada pelos analistas da empresa de dados Refinitiv. Por outro lado, e o que pesou mais para o mercado, o número de novos clientes veio abaixo do consenso. Foram 209 milhões de assinaturas pagas, adicionando 1,54 milhão de novos assinantes, ante o esperado de 1,75 milhão, segundo dados da Factset.

O resultado de novos assinantes parece ainda pior quando colocado ao lado dos ganhos obtidos no início da pandemia, quando a empresa adicionou mais de 10 milhões de novos assinantes no mesmo trimestre do ano passado. Assim, o resultado foi o pior para um trimestre na história da empresa.

Como consequência dos resultados, as ações da empresa chegaram a cair 3% logo após o fechamento do pregão da bolsa americana Nasdaq, por volta das 17h no horário de Brasília. No acumulado do ano, os papéis sobem 1%, enquanto o S&P500 sobe 16,5% no mesmo período.

A Netflix também está enfrentando uma pressão maior neste ano. Em 2020, a pandemia impulsionou a empresa, com consumidores passando muito mais tempo online e precisando de entretenimento.

“A Covid criou um volume extra no nosso crescimento de assinantes (maior crescimento em 2020, crescimento mais lento este ano), mas ainda estamos avançando. Continuamos a nos concentrar em melhorar nossos serviços para nossos membros e em trazer a eles as melhores histórias de todo o mundo”, afirmou a empresa em nota aos investidores.

A Netflix disse que, no segundo trimestre de 2021, o engajamento por família membro caiu na comparação com o ano passado, mas que ainda aumentou 17% em comparação com o segundo trimestre de 2019.

Novos conteúdos geram expectativas

A empresa está otimista porque sua próxima lista de conteúdo foi adiada para o segundo semestre de 2021 e para o início do próximo ano.

A expectativa dos analistas é de que a Netflix se recupere no segundo semestre deste ano, quando os novos filmes, séries e programas forem lançados no serviço. A empresa já afirmou que pretende gastar mais de US$ 17 bilhões em conteúdo ainda neste ano, e a expectativa é de que o retorno dos conteúdos será um forte catalisador no segundo semestre.

A Netflix espera lançar novas temporadas de séries populares como “Sex Education”, “The Witcher” e “You”, bem como filmes como “Red Notice”, estrelado por Gal Gadot, Dwayne Johnson e Ryan Reynolds, e “Don’t Look Up ”, com Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Cate Blanchett e Meryl Streep.

PUBLICIDADE

Ainda, a empresa mencionou a entrada de jogos na plataforma de assinaturas da Netflix sem nenhum custo adicional. Inicialmente, o foco será em jogos para celular.

“Estamos empolgados como sempre com nossa oferta de filmes e séries de TV, e esperamos um longo caminho de aumento de investimento e de crescimento em todas as nossas categorias de conteúdo existentes. Mas, como estamos faz quase uma década com nosso avanço na programação original, pensamos que é o momento certo para aprender mais sobre como nossos membros valorizam os jogos”, disse a empresa.

A Netflix projetou que 3,5 milhões de novos assinantes se juntarão aos 209,2 milhões já no terceiro trimestre deste ano. Porém, não eram os dados que Wall Street estava procurando. Os analistas esperavam, em média, um aumento de 5,5 milhões de novos assinantes no terceiro trimestre e de 9,64 milhões no quarto trimestre, de acordo com os dados da FactSet.

Apesar dos resultados e da escassez de novos conteúdos no primeiro semestre de 2021, a Netflix manteve uma ampla vantagem de assinantes em um mercado de streaming lotado, que inclui rivais como Amazon, Apple e Disney. Um estudo da startup de mensuração de audiência Parrot reproduzido pela Bloomberg mostra que a Netflix foi responsável por metade das séries online procuradas globalmente no primeiro trimestre deste ano (50,2%). O segundo lugar ficou com o Amazon Prime, responsável por distantes 12,2% das procuras. Porém, um sinal de alerta: essa demanda criada pela Netflix era de 64,6% há dois anos.

Quer entender o que é o mercado financeiro? Assista à série gratuita “Carreira no Mercado Financeiro” e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.