Nasdaq sobe e renova máxima histórica com alta da Apple; índice de ADRs brasileiros cai 1,7% puxado por Eletrobras

Enquanto isso, o ETF EWZ iShares MSCI Brazil Capped, que replica o Ibovespa em dólar recuou 1,43%

Rodrigo Tolotti

Publicidade

SÃO PAULO – Em dia de bolsa brasileira fechada por conta do feriado de aniversário de São Paulo, os índices de ações dos Estados Unidos fecharam com leves ganhos nesta segunda-feira (25), conforme os investidores ficam de olho na bateria de resultados desta semana.

O Dow Jones fechou com queda de 0,12%, aos 30.960 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 0,36%, para 3.855 pontos. Já o índice de tecnologia Nasdaq registrou ganhos um pouco melhores, de 0,69%, a 13.635 pontos, renovando sua máxima histórica.

Já o principal índice de ADRs (na prática, as ações de empresas de fora dos EUA negociadas em Nova York) do Brasil, o Dow Jones Brazil Titans 20 ADR teve forte queda de 1,73%, a 17.684 pontos.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Enquanto isso, o ETF EWZ iShares MSCI Brazil Capped, que replica o Ibovespa em dólar recuou 1,48%, a 34,52 pontos.

Um dos grandes destaques do dia foram os ADRs da Eletrobras, que desabaram 11,76%, cotados a US$ 4,95, em Nova York após a notícia de que o CEO da companhia, Wilson Ferreira Junior, renunciou ao cargo (veja mais clicando aqui).

Na última semana, as ações da empresa de energia já haviam caído forte em meio às declarações do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), candidato à presidência do Senado Federal, de que a privatização da estatal não é uma prioridade.

Continua depois da publicidade

Para os analistas do Bradesco BBI, a saída de Wilson é um duro golpe nas expectativas de privatização da companhia. “No entanto, ficaríamos surpresos se os comentários de Pacheco pudessem ter sido o único motivo para fazer Wilson sair”, ressaltam, apontando que enxergam as falas do senador como “negativas, mas não definitivas”.

Outros ADRs importantes também caíram, caso da Petrobras, com os ativos PBR recuando 0,88%, a US$ 10,10 – após chegar a cair mais de 2% -, enquanto os PBR-A caíram 0,66%, para US$ 9,82. Entre os bancos, o Itaú teve queda de 2,79%, a US$ 5,24.

Enquanto isso, nos EUA, os investidores estão de olho na temporada de resultados do quarto trimestre. Nos próximos dias, 13 empresas do Dow Jones e 111 do S&P 500 divulgam seus números, incluindo Apple, Microsoft, Netflix, Tesla, McDonald’s, Honeywell, Caterpillar e Boeing.

E são as grandes companhias de tecnologia que ajudaram o Nasdaq a ter o melhor desempenho desta sessão, conforme analistas apontam que a Apple e a Tesla devam ter bons balanços, levando investidores a anteciparem o movimento. Os papéis da Apple fecharam com valorização de 2,77%, cotados a US$ 142,92.

As empresas americanas iniciaram a temporada de resultados com números fortes. Dos integrantes do S&P 500 que já relataram seus balanços, 73% superaram as estimativas tanto em vendas quanto em lucro por ação, de acordo com dados do Bank of America.

O movimento positivo do mercado nas últimas semanas ocorre também em meio à posse do presidente Joe Biden, que já neste início de gestão luta para aprovar seu pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão para combater a pandemia do coronavírus.

Rodrigo Tolotti

Repórter de mercados do InfoMoney, escreve matérias sobre ações, câmbio, empresas, economia e política. Responsável pelo programa “Bloco Cripto” e outros assuntos relacionados à criptomoedas.