Feriado na Bolsa

Nasdaq e S&P 500 sobem com investidores de olho em resultados; índice de ADRs brasileiros cai 2%

Índices de ações americanas segue bom desempenho das últimas semanas no aguardo de balanços de Apple e Tesla nesta semana

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Enquanto a bolsa brasileira fica fechada por conta do feriado de aniversário de São Paulo, os mercados internacionais caem, ao passo que os índices dos Estados Unidos não têm uma direção definida nesta segunda-feira (25).

Às 11h50 (horário de Brasília), o Dow Jones operava com queda de 0,62%, aos 30.804 pontos, enquanto o S&P 500 avançava 0,23%, para 3.850 pontos. Já o índice de tecnologia Nasdaq registrava ganhos mais fortes, de 1,24%, a 13.711 pontos.

No mesmo horário o principal índice de ADRs (na prática, as ações de empresas de fora dos EUA negociadas em Nova York) do Brasil, o Dow Jones Brazil Titans 20 ADR recuava 1,96%, a 17.643 pontos.

Enquanto isso, o ETF EWZ iShares MSCI Brazil Capped, que replica o Ibovespa em dólar registrava queda de 1,63%, a 34,47 pontos.

Um dos grandes destaques do dia são os ativos da Eletrobras, que desabam 11%, cotados a US$ 4,99 em Nova York após a notícia de que o CEO da companhia, Wilson Ferreira Junior, renunciou ao cargo (veja mais clicando aqui).

Na última semana, as ações da empresa de energia já haviam caído forte em meio às declarações do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), candidato à presidência do Senado Federal, de que a privatização da estatal não é uma prioridade.

Para os analistas do Bradesco BBI, a saída de Wilson é um duro golpe nas expectativas de privatização da companhia. “No entanto, ficaríamos surpresos se os comentários de Pacheco pudessem ter sido o único motivo para fazer Wilson sair”, ressaltam, apontando que enxergam as falas do senador como “negativas, mas não definitivas”.

Enquanto isso, outros ADRs importantes também caem forte, caso da Petrobras (PBR), recuando 2,80%, a US$ 9,90, enquanto os ativos PBR-A caem 2,43%, para US$ 9,65. Entre os bancos, o Itaú tem queda de 2,45%, a US$ 5,26.

PUBLICIDADE

Enquanto isso, nos EUA, os investidores estão de olho na temporada de resultados do quarto trimestre. Nos próximos dias, 13 empresas do Dow Jones e 111 do S&P 500 divulgam seus números, incluindo Apple, Microsoft, Netflix, Tesla, McDonald’s, Honeywell, Caterpillar e Boeing.

E são as grandes companhias de tecnologia que ajudam o Nasdaq a ter o melhor desempenho desta sessão, conforme analistas apontam que a Apple e a Tesla devam ter bons balanços, levando investidores a anteciparem o movimento.

As empresas americanas iniciaram a temporada de resultados com números fortes. Dos integrantes do S&P 500 que já relataram seus balanços, 73% superaram as estimativas tanto em vendas quanto em lucro por ação, de acordo com dados do Bank of America.

O movimento positivo do mercado nas últimas semanas ocorre também em meio à posse do presidente Joe Biden, que já neste início de gestão luta para aprovar seu pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão para combater a pandemia do coronavírus.

Onde Investir 2021**

**Baixe de graça o ebook e participe do evento com os melhores especialistas do mercado:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.