Mercados

Na esteira dos EUA, Ibovespa perde força e passa para terreno negativo

Temor com economia norte-americana ainda pressiona mercado, em dia de feriado na Europa

*Atualizado às 15h16 (horário de Brasília)

SÃO PAULO – Em clima de cautela ante os próximos desdobramentos sobre as negociações nos EUA, o Ibovespa, que chegou a ganhar força após a abertura do mercado norte-americano, caiu para o campo negativo na tarde desta segunda-feira (26). Às 15h08 (horário de Brasília), o Ibovespa recuava 0,01%, aos 61.003 pontos. 

Entre os destaques corporativos, as ações da Gol (GOLL4) lideram os ganhos do índice, com valorização de 16,27%, aos R$ 13,08, seguidas pelos papéis da Eletropaulo (ELPL4), com alta de 7,9%, aos R$ 16,11. Já do outro lado, os ativos da Cemig (CMIG4) recuam 5,33%, sendo cotados R$ 22,03 – na maior queda do Ibovespa. 

Abismo fiscal segue no foco
Com o mercado europeu fechado e uma agenda de poucos indicadores relevantes no Brasil, o centro das atenções do mercado continua nas negociações fiscais nos EUA. O presidente Barack Obama antecipou sua volta do Havaí, onde passou o Natal com a família, para continuar as negociações e tentar evitar o abismo fiscal. Os principais índices de ações por lá marcam ligeiros ganhos.

O Congresso, que também entrou em recesso para as comemorações de Natal, também retorna às atividades nesta data. Caso eles não cheguem a um acordo até a próxima segunda-feira, um pacote automático de corte de gastos e aumento de impostos entrará em vigor já em janeiro. Isso levará o país ao chamado abismo fiscal e provavelmente a uma recessão em 2013.

Ainda por lá, as vendas no varejo para esse fim de ano se mostraram as mais fracas desde 2008, quando o país entrou em forte recessão, revelou a MasterCard Advisors SpendingPulse. As vendas nos dois meses anteriores ao Natal aumentaram em 0,7%, enquanto analistas esperavam algo em torno de 3% a 4%.

Por outro lado, os preços dos imóveis em outubro, medidos pelo S&P/Case-Shiller, avançou 4,3%, contra projeção de 3,9%, segundo projeções compiladas pelo portal norte-americano Briefing.com.

Já a atividade industrial de Richmond, medida pelo Federal Reserve, mostrou uma queda para 5 em dezembro, ante 9 em novembro, próximo ao estimado pelo mercado.