China aumenta

MSCI decide quadruplicar peso de ações da China em índice de emergentes

Em comunicado, o MSCI informou que seguirá adiante com uma proposta, apresentada em setembro do ano passado, de ampliar o "fator de inclusão" de ações chinesas em seus índices, de 5% para 20%  

arrow_forwardMais sobre

O provedor de índices MSCI anunciou que irá mais do que quadruplicar a contribuição de ações de empresas da China em seu influente índice de mercados emergentes em três etapas este ano, tornando papéis negociados nas Bolsas de Xangai e Shenzhen muito mais relevantes para investidores globais.

Em comunicado, o MSCI informou que seguirá adiante com uma proposta, apresentada em setembro do ano passado, de ampliar o “fator de inclusão” de ações chinesas em seus índices, de 5% para 20%.

Com a iniciativa, o peso de ações da China no índice MSCI de mercados emergentes saltará para 3,3% até novembro, quando o MSCI planeja implementar o terceiro e último aumento, ante cerca de 0,7% atualmente.

PUBLICIDADE

Segundo Chin Ping Chia, chefe de pesquisas para Ásia e Pacífico do MSCI, a decisão deverá atrair cerca de US$ 80 bilhões em novos fluxos estrangeiros para os mercados acionários da China, que têm valor estimado em US$ 6,7 trilhões. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos