MRV nega revisão da projeção de margem bruta, Plano&Plano tem alta nas vendas e Fitch reafirma rating da Alupar

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quarta-feira (17)

Felipe Moreira

Publicidade

O radar corporativo desta quarta-feira (17) traz a MRV (MRVE3), que negou notícias sobre a redução de projeções de margem bruta em 2024.

As vendas líquidas da Plano&Plano (PLPL3) no 4T23 somaram R$ 1,307 bilhão, valor 152,1% superior ao registrado no 4T22. Já a Cury (CURY3) tem alta de 20,1% nas vendas no 4ª trimestre de 2023.

A Fitch Ratings reafirmou o rating em escala nacional de longo prazo da Alupar (ALUP11) e de suas emissões de debêntures em “AAA (bra)”. Entre outros destaques, a Gol (GOLL4) afirmou discutir com stakeholders reestruturação “consensual”, enquanto o Inter&Co (INBR32) anuncia follow-on de até 32 milhões de ações nos EUA.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Confira mais destaques:

MRV (MRVE3)

A MRV (MRVE3) prestou esclarecimentos à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) após rumores na imprensa de redução de projeções para este ano. A construtora negou a veracidade dos boatos veiculados na notícia, ressaltando que não forneceu qualquer projeção formal ao mercado e que não há qualquer revisão interna sobre a expectativa de margem bruta para o ano de 2024.

Plano&Plano (PLPL3)

As vendas líquidas da Plano&Plano (PLPL3) no 4T23 somaram R$ 1,307 bilhão, valor 152,1% superior ao registrado no 4T22 (R$ 519 milhões). Ao comparar com o 3T23 a companhia obteve um aumento de 105%.

Continua depois da publicidade

Quanto ao preço médio das unidades comercializadas, o 4T23 registrou R$ 208,6 mil, um aumento de 3,9% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Alupar (ALUP11)

A agência de classificação de risco Fitch Ratings reafirmou o rating em escala nacional de longo prazo da Companhia e de suas emissões de debêntures em “AAA (bra)” e o rating em escala internacional, para moeda estrangeira em “BB+” e para moeda local em “BBB-“, com perspectiva estável tanto para o rating em escala nacional, como para o rating em escala internacional, refletindo a perspectiva do rating soberano do Brasil.

Iochpe Maxion (MYPK3)

A BlackRock alienou ações ordinárias emitidas pela Iochpe Maxion sendo que, em 11 de janeiro de 2024, suas participações, de forma agregada, passaram a ser de 7.679.172 ações ordinárias representando aproximadamente 4,995% do total de ações ordinárias de emissão da companhia e 9.372.702 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações ordinárias com liquidação financeira, representando aproximadamente 6,097% do total de ações ordinárias.

Gol (GOLL4)

A Gol (GOLL4) disse que ainda estava discutindo com os stakeholders financeiros sobre como chegar a uma reestruturação “consensual”, após reportagem da imprensa de que a companhia estava considerando o pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos.

A Gol disse que ainda não tem uma definição de como a reestruturação seria implementada.

Cury (CURY3)

A Cury (CURY3) registrou vendas líquidas de R$ 904,7 milhões, montante que representa um aumento de 20,1% em relação ao 4T22 e uma queda de 7,0% em comparação ao 3T23.

Já a velocidade de vendas (VSO) trimestral líquida foi de 38,9% ante 41,0% no 4T22 e 40,4% no 3T23.

Emccamp

A Emccamp reportou vendas líquidas de R$ 299,6 milhões no 4T23, um recuo de 13,7% sobre o mesmo período de 2022.

Inter (INBR32)

O Inter (INBR32) anunciou nesta terça-feira (16) que entrou com pedido de uma oferta pública subsequente de até 32 milhões de suas ações ordinárias Classe A na Securities and Exchange Commission (SEC).

De acordo com comunicado, o Inter&Co pretende utilizar os recursos da oferta para fins corporativos gerais.