Moody’s não planeja reduzir rating da dívida do Japão em 2010

De acordo com a agência de classificação de risco, títulos japoneses ainda são atrativos para os investidores

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A agência de classificação de risco Moody’s não planeja reduzir a nota de dívida pública do Japão para 2010, já que os investidores estão adquirindo bônus que financiarão medidas de estímulos, além do fato da economia já estar se recuperando.

“A economia japonesa irá se recuperar e os déficits orçamentários irão diminuir”, afirmou Thomas Byrne, vice-presidente sênior da Moody’s.

“O país asiático tem capacidade de absorver a dívida sem comprometer ou desestabilizar as finanças do governo”, acrescentou.

Estímulos

Aprenda a investir na bolsa

O primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, planejou gastar ¥ 25 trilhões (US$ 261 bilhões) desde que assumiu o cargo em setembro passado. A cifra será adicionada ao déficit orçamentário que já é consideravelmente alto frente à média das nações industrializadas.

A Moody’s deixou o rating da dívida do Japão em Aa2 nesta semana, tanto em moeda doméstica quanto em moeda estrangeira.

Cenário atual

O PIB (Produto Interno Bruto) japonês registrou queda de 15,2% entre janeiro e março deste ano, em comparação com o mesmo período de 2008.

Trata-se do maior recuo desde 1955, período marcado pelo final da Segunda Guerra Mundial, segundo informou nesta quarta-feira (20) o governo japonês.