Conteúdo editorial apoiado por
IM Trader

Minidólar (WDOM24): atenção aos pontos de suporte e resistência

Confira o que esperar para o minidólar nesta terça-feira (14)

Felipe Alves

Publicidade

Os contratos de minidólar (WDOM24), com vencimento em junho, fecharam a última sessão no negativo, registrando baixa de 0,15% aos 5.165,5 pontos.

Assim, com base no fechamento da última segunda-feira, aos 5.165,5 pontos, o analista técnico Rodrigo Paz aponta como suportes 5.156,5/ (1), 5.149 (2) e 5.136/5.132 (3). Enquanto isso, as resistências encontram-se em 5.173 (1), 5.182,5/5.187 (2) e 5.205 (3).

Com base no gráfico de 15 minutos é possível notar que, ao perder sua LTA, o contrato do minidólar foi testar seu suporte de alta relevância na região dos 5.132/5.136 pontos, onde podemos observar a forte atuação da ponta compradora, fazendo com que o ativo voltasse a subir.

Continua depois da publicidade

Baixe uma planilha gratuita para calcular seus investimentos em renda fixa e fuja dos ativos que rendem menos

“Para hoje (terça-feira), é importante atentar-se à região de resistência dos 5.173 e na linha da LTA que poderá servir como resistência, já que o ativo fechou abaixo dela. Se romper esse patamar, o ativo deverá buscar os topos anteriores em 5.182,5/5.187, com alvo mais longo em 5.205. Porém, caso não rompa, poderemos ter um fluxo vendedor empurrando o ativo para baixo buscando pontos de suportes anteriores”, afirma ele.É importante ter atenção às principais faixas de suporte. Caso retome o fluxo vendedor e perca a região de 5.156,5/5.149 pontos, poderá impulsionar o fluxo de vendas, a fim de buscar novamente a região de suporte de alta relevância em 5.132/5.136 pontos. Mas, se a ponta compradora voltar forte, impulsionará o ativo nas resistências de 5.182/5.187 e mais acima nos 5.205 pontos.

Dólar futuro (WDOK24): Gráfico de 60 minutos

Analisando o gráfico de 60 minutos, é possível observar que o minidólar fechou em baixa na última sessão, além do ativo perder sua linha de tendência de alta (LTA), ele também fechou abaixo dela. Porém, mesmo fechando abaixo da LTA, o ativo fez um fundo ascendente, demonstrando a atuação dos compradores após ter testado seu suporte nos 5.132. Para que o ativo volte a subir, terá que romper a região dos 5.168,5 (média móvel de 200 períodos) e a resistência de 5.173 para buscar patamares mais acima em 5.182,5/5.187. Porém, se o fluxo vendedor continuar, poderemos ter mais um teste na região de suporte dos 5.132 pontos.

Continua depois da publicidade

“Para que o ativo retome o fluxo comprador, ele deverá superar a região da média móvel de 5.168,50 pontos e a máxima feita nos dois últimos pregões nos 5.173,50 para buscar o topo de 5.182/5.187. No entanto, é necessário atenção na região de suporte de extrema relevância dos 5.136/5.132 pontos que não pode ser perdida”, diz o analista Rodrigo Paz.

Caso venha a perder o suporte dos 5.156,5/5.149, deverá testar novamente a faixa de 5.132/5.136 pontos. Se rompida, deverá buscar a região de 5.118, com alvo mais longo nos 5.089 pontos.

Guias de análise técnica:

Confira mais conteúdos sobre análise técnica no IM Trader. Diariamente, o infomoney publica o que esperar dos minicontratos de dólar e índice. Faça as operações mais certeiras da Bolsa com o apoio da Rico. Abra uma conta agora.