Tendência de baixa

Minério se recupera, mas riscos mantêm preço abaixo de US$ 100

Os preços acumulam baixa de cerca de 60% desde a máxima em maio, afetando ações de mineradoras

Por  Bloomberg -

(Bloomberg) — Os futuros do minério de ferro deram um respiro depois das perdas na segunda-feira, embora se mantenham abaixo de US$ 100 a tonelada com as restrições à produção de aço da China e preocupação com o mercado imobiliário no país.

Os futuros em Singapura estão próximos da menor cotação desde maio de 2020, enquanto os mercados na China permanecem fechados devido ao um feriado. Os preços caíram mais de 11% na segunda-feira com as medidas da maior produtora de aço do mundo para cumprir a meta de reduzir os volumes este ano e melhorar a qualidade do ar. Os preços acumulam baixa de cerca de 60% desde a máxima em maio, afetando ações de mineradoras.

Limites para a produção de aço têm sido implementados de forma consistente. Sob as restrições mais recentes, usinas nas províncias de Jiangsu e Zhejiang foram orientadas a reduzir a produção. Na província de Jiangsu, os cortes ocorrerão principalmente até outubro 15. Do lado da oferta, mineradoras se apressam para aumentar o volume no resto deste ano e cumprir as metas de produção.

A desvalorização do minério de ferro era esperada até certo ponto, com uma oferta sazonalmente maior no segundo semestre, disse David Radclyffe, analista sênior de mineração da Global Mining Research. Ainda assim, a volatilidade tem sido maior do que o esperado, disse.

Segundo ele, embora o mercado tenha projetado preços mais baixos, “o que vimos foi mais violento do que o esperado”, disse Radclyffe em entrevista. “O mercado vai ter uma visão conservadora até que as coisas se estabilizem.”

Saiba mais
Evergrande: conheça a empresa chinesa que derrubou os mercados globais

No setor imobiliário, cresce a preocupação sobre a extensão da repressão e problemas na incorporadora China Evergrande, altamente endividada. Analistas do Goldman Sachs recomendaram que autoridades enviem uma mensagem mais clara sobre como planejam impedir que a crise na Evergrande afete a economia em geral. O mercado imobiliário responde por cerca de um terço da demanda por aço da China.

Os futuros do minério de ferro eram negociados com alta de 0,6%, cotados a US$ 94,15 a tonelada às 15h02 em Singapura. Ações de mineradoras fecharam com pouca variação na esteira das perdas na segunda-feira: a BHP subiu 0,6% em Sydney, enquanto a Rio Tinto avançou 0,5%. A Fortescue Metals ganhou 0,3%. Os mercados da China reabrem na quarta-feira.

Conheça o plano de ação da XP para você transformar os desafios de 2022 em oportunidades de investimento.

Compartilhe