Minério de ferro recua com demanda vacilante e piora das margens de siderúrgicas

O minério de ferro de maio mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou o dia com queda de 1,1%

Reuters

Minério de ferro (Getty Images)

Publicidade

PEQUIM, 8 Jan (Reuters) – Os contratos futuros do minério de ferro caíram pela terceira sessão consecutiva nesta segunda-feira, atingindo seu nível mais baixo em uma semana, com alguns investidores desfazendo posições compradas para registrar lucros em meio à contração da demanda e das margens do aço.

O minério de ferro de maio mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou o dia com queda de 1,1%, a 992,5 iuanes (138,65 dólares) a tonelada, o menor valor desde 2 de janeiro.

O minério de ferro de referência para fevereiro na Bolsa de Cingapura caía 0,71%, a 137,6 dólares a tonelada, também atingindo o valor mais baixo desde 2 de janeiro.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“Espera-se que a produção de metais quentes permaneça em um nível relativamente baixo, com muitas usinas ainda sofrendo perdas, o que pesará sobre a demanda por minério de ferro”, disseram analistas da Soochow Futures em uma nota.

No entanto, as perdas foram limitadas pela expectativa de que as usinas retornarão ao mercado spot para reabastecer as matérias-primas a fim de atender às necessidades de produção durante a semana do feriado do Ano Novo Lunar, disseram os analistas.

Os preços do minério de ferro devem permanecer voláteis, já que o mercado continua a reagir a mudanças de política de Pequim, com qualquer recuperação adicional de preços dependendo do estímulo econômico da China, escreveram os analistas do ING Bank em uma nota.

Continua depois da publicidade

“O risco baixista para 2024 é se o efeito do estímulo for mais fraco do que o esperado”, disseram eles.

Outros ingredientes de fabricação de aço em Dalian também registraram perdas, com o carvão metalúrgico e o coque caindo 4,54% e 2,62%, respectivamente.

Os preços mais baixos das matérias-primas fizeram com que os índices de referência do aço na Bolsa de Futuros de Xangai caíssem. O vergalhão perdeu 1,43%, a bobina laminada a quente caiu 1,34%, o fio-máquina recuou 0,77% e o aço inoxidável retraiu 0,58%.

“Os fundamentos do aço estão fracos, já que, embora uma leve redução seja observada do lado da oferta, a demanda sazonalmente lenta e os custos de produção mais altos comprimiram as margens do aço”, disse Kevin Bai, analista da consultoria CRU Group, com sede em Pequim.

“Esperamos que a oferta e a demanda fracas no mercado de aço provavelmente durem até o feriado do Ano Novo Lunar.”