Minério de ferro amplia ganhos com melhora do sentimento após promessas da China

O banco central da China disse que usaria várias ferramentas de política para manter a liquidez razoavelmente ampla

Reuters

Publicidade

PEQUIM (Reuters) – Os futuros do minério de ferro subiram nesta quarta-feira pela segunda sessão consecutiva, auxiliados pela melhora no sentimento de risco em meio a esforços das autoridades da China, principal mercado consumidor do minério, em reforçar a confiança do mercado.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com alta de 1,77%, a 979 iuanes (136,53 dólares) a tonelada, atingindo o maior valor desde 12 de janeiro.

O contrato de referência de fevereiro do minério de ferro na Bolsa de Cingapura subiu 0,99%, a 133,3 dólares a tonelada, também alcançando uma máxima desde 12 de janeiro.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O banco central da China disse que usaria várias ferramentas de política para manter a liquidez razoavelmente ampla, melhorar a estrutura de crédito e intensificar o apoio a empresas privadas e pequenas empresas.

Pequim também aumentará os esforços para atrair empresas estrangeiras, disse o principal órgão regulador financeiro do país.

Os órgãos reguladores de valores mobiliários da China pediram a alguns administradores de fundos de hedge que restringissem as vendas a descoberto em seu mercado futuro de índices de ações, segundo duas fontes, como parte dos esforços para estabilizar as ações em queda.

Continua depois da publicidade

Isso ocorreu depois que Pequim disse na segunda-feira que tomaria medidas mais vigorosas e eficazes para estabilizar a confiança do mercado, elevando o sentimento nos mercados de ações e de commodities.

Pelo menos duas cargas de minério de ferro do Fortescue Metals Group, o quarto maior fornecedor mundial, estão enfrentando atrasos incomuns na alfândega do porto de Caofeidian, no norte da China, devido a inspeções para resíduos sólidos, informaram fontes com conhecimento do assunto.

“A retomada da demanda de minério será lenta no curto prazo, já que, embora o número de altos-fornos que retomaram as operações tenha excedido o número dos que estavam em manutenção, as margens de aço ainda estreitas reduziram o apetite de compra”, disseram analistas da Sinosteel Futures em uma nota.