Mineração

Mineradora de criptomoedas faz “upgrade” e passa a produzir 10 bitcoins por dia

Com a mudança, a CleanSpark entrou para a lista das principais mineradoras norte-americanas de capital aberto

Por  CoinDesk -

A mineradora de Bitcoin (BTC) CleanSpark dobrou seu poder de computação nos últimos três meses e atingiu 2 exahash por segundo (EH/s), entrando para a lista das principais mineradoras norte-americanas de capital aberto.

Com sede em Las Vegas, a empresa agora está produzindo cerca de 10 BTC por dia “de forma sustentável” e espera aumentar sua estrutura. “Temos mais capacidade chegando, em termos de máquinas e acesso à energia adicional”, disse o CEO da CleanSpark, Zach Bradford, em comunicado.

“Na verdade, acreditamos que somos uma das mineradoras mais eficientes em termos de hashrate por megawatt e estamos no caminho certo para manter isso”, acrescentou ele.

Os 2 EH/s de poder computacional colocam a CleanSpak entre as principais mineradoras norte-americanas, como Hut 8, Hive Blockchain e Bitfarms, todas com hashrates semelhantes, conforme indicado por suas atualizações de produção de dezembro.

A mineradora usa uma mistura de energia sustentável em suas operações de mineração de BTC, que inclui energia nuclear, hidrelétrica, solar e eólica. A CleanSpark também compra compensações de carbono para atingir sua meta de ser 100% neutra (ter equilíbrio entre emissão e absorção), de acordo com o site da empresa.

A CleanSpark também usa resfriamento por imersão em líquido (técnica que reduz o calor do hardware) em sua instalação de mineração de Bitcoin em Norcross, no estado da Geórgia, para aumentar a eficiência do processo. Além disso, a empresa está se preparando para instalar um sistema de energia solar no local, de acordo com o comunicado.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe