Microsoft influencia a queda no pre-market da Nasdaq

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

O indicador de pre-market do índice Nasdaq 100 estava operando em queda às 8h45 de Nova York, quando o índice caía 33,44 pontos, representando baixa de 1,27%. O desempenho do indicador, que é calculado pela Nasdaq utilizando-se das cotações no pre-market das 100 ações componentes do índice indica tendência de queda na abertura do pregão.

Dentre as ações que estão operando em baixa no pre-market, destaque para a Microsoft, em queda de 6,76%. A empresa líder mundial de software anunciou ontem, após o fechamento regular do pregão, que não deverá alcançar as previsões de receita e lucro para este trimestre. A Microsoft prevê que a receita seja de US$ 6,4 bilhões a US$ 6,5 bilhões, abaixo do consenso inicial que projetava vendas cerca de 5% maiores, atingido US$ 6,77 bilhões. Além disso, o lucro por ação deverá ser de US$ 0,46 a US$ 0,47, menor que a expectativa inicial da empresa, de US$ 0,49. O profit warning divulgado pela Microsoft poderá influenciar o mercado nesta sexta-feira, pressionando negativamente as ações do setor tecnológico.

Outros papéis que estão operando em baixa são os da fabricante de equipamentos de comunicações ADC (-7,12%), a Sun (-2,96%), Cisco (-2,58%), Ericsson (-2,00%) e Intel (-1,96%). Por outro lado, o principal destaque entre as ações em alta é a Oracle, com valorização de 5,91% em relação ao fechamento anterior. A Oracle divulgou resultado um pouco melhor que o esperado pelo mercado. As receitas da empresa para o trimestre, que terminou dia 30 de novembro, foram de US$ 2,7 bilhões, em linha com as projeções do mercado e 17% maiores que o resultado de vendas referente ao mesmo trimestre do ano anterior. Outros destaques são a Adobe Systems (+4,03%), fabricante de softwares de design gráfico que divulgou resultados que vão de encontro ao esperado pelos analistas, a farmacêutica Shire PG (+3,70%), o portal de Internet Terra Lycos (+2,19%) e a empresa de publicidade Havas (+1.43%).

O Pre-Market funciona entre 8h00 e 9h30 de Nova York, e junto com o After Hours (que funciona entre 16h00 e 18h30) são os primeiros mercados a capturar a reação dos investidores a anúncios feitos pelas empresas após o fechamento regular da Nasdaq.

Compartilhe