Educação

Mesmo com resultado elogiado, Anhanguera vê as ações caírem mais de 1%

Apesar da queda, papéis da companhia ainda registram valorização de mais de 65% em 2012; lucro líquido da companhia avançou 172% no terceiro trimestre

SÃO PAULO – Apesar do resultado positivo divulgado sobre o terceiro trimestre de 2012, as ações da Anhanguera (AEDU3) caem 1,16%, a R$ 34,10, às 12h18 (horário de Brasília). Vale ressaltar que no ano os papéis registram forte valorização de quase 70%, mesmo com a queda desta terça-feira (6).

O lucro líquido da companhia foi de R$ 47,9 milhões no terceiro trimestre, mais do que o dobro dos R$ 17,6 milhões apurados um ano antes. A receita cresceu 36,5%, para R$ 422,2 milhões, na comparação anual.
No terceiro trimestre deste ano, o EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) passou para R$ 91,6 milhões, alta de 14,2% em relação ao mesmo período de 2011, com recorde na captação de alunos (61 mil novos matriculados).

De acordo com relatório da XP Investimentos, o resultado, apresentado antes do pregão desta terça, veio conforme o esperado pelo mercado, com alguns destaques, como a alta de 23% no número de alunos da instituição. “Esse valor é considerado alto uma vez que a companhia já possui a maior base de alunos do Brasil”, explicam os analistas.

“A taxa de retenção mantendo-se acima de 90% e tendo crescido 0,2 p.p. em relação ao 3T11 também foi outro fator de destaque, juntamente com o crescimento de 10,9% do ticket médio, um reajuste acima da inflação do período”, diz o relatório da XP.

Os analistas ressaltam, porém, que o valor de mercado da companhia já embute os números esperados e, portanto, a recomendação da corretora para os papéis AEDU3 permanece sendo neutra.