Combustíveis

Mesmo com reajustes de agosto, gasolina e diesel têm queda no ano, diz Petrobras

Depois do aumento de 6% que começa a valer a partir da sexta-feira, 21, a gasolina acumula queda de 5% no preço das refinarias

Mesmo com os aumentos anunciados pela Petrobras nesta quinta-feira, 20, os preços da gasolina e do diesel ainda mantêm quedas no acumulado do ano, informou a estatal. Ao todo, a gasolina já sofreu 25 reajustes em 2020 e o diesel, 19.

Depois do aumento de 6% que começa a valer a partir da sexta-feira, 21, a gasolina acumula queda de 5% no preço das refinarias.

Já o diesel, cujo aumento será de 5%, registra ainda queda de 15,9%.

PUBLICIDADE

Dos 25 reajustes praticados na gasolina, 12 foram aumentos e 13 reduções.

Entre os 19 reajustes do diesel, houve 8 aumentos e 11 quedas.

A Petrobras tem seguido a grande volatilidade do preço do petróleo no mercado internacional, que sofre o impacto da pandemia de covid-19 na demanda pela commodity.

O preço do barril chegou a custar menos de US$ 20 em abril, auge da crise do setor, mas vem se recuperando e hoje operava em torno dos US$ 45/barril.

Curso gratuito do InfoMoney ensina como lucrar na Bolsa fazendo operações que podem durar poucos minutos ou até segundos: inscreva-se!