Mercado argentino reage bem à aprovação do orçamento

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

O câmara de deputados da Argentina aprovou na madrugada de hoje, após 14 horas de discussão, os termos gerais do orçamento de 2001. A câmara deve discutir hoje os artigos do orçamento em separado, e depois a proposta segue para o senado. De qualquer modo, a aprovação foi encarada como uma vitória pelo governo argentino, pois é um dos requisitos do FMI para a liberação de um pacote de ajuda de cerca de US$ 20 bilhões.
Na semana passada, o governo fechou um pacto com as províncias para o congelamento de gastos por cinco anos, outra reforma exigida pelo FMI. O próximo passo é a aprovação da reforma previdenciária, que extingue o sistema público e diminui os benefícios dos aposentados. A proposta, no entanto, deve receber grande resistência no congresso.

O ministro da economia argentino, José Luis Machinea, indicou hoje que o FMI efetivará o pacote de ajuda já na próxima semana, segundo informações do jornal La Nacíon. Machinea considerou uma boa notícia a aprovação dos termos gerais do orçamento, e disse esperar que os artigos sejam aprovados até amanhã. O mercado financeiro também reagiu bem à decisão da câmara de deputados, com o índice Merval da Bolsa de Buenos Aires apresentando alta de 1,60% às 15h15 dessa quarta-feira.

Compartilhe