Aperto nos EUA

Membro do Fed reafirma intenção de subir juros em 2015, mas emprego preocupa

No dia em que os EUA relataram a criação de 280 mil vagas em maio, Dudley disse estar preocupado de que a economia pode não estar crescendo rápido o bastante para absorver a capacidade ociosa entre trabalhadores

arrow_forwardMais sobre
Federal Reserve Bank of New York CEO William Dudley shields his eyes as he looks into the audience at the Bretton Woods Committee International Council conference in Washington, September 23, 2011. REUTERS/Jonathan Ernst
Aprenda a investir na bolsa

MINNEAPOLIS – O progresso no mercado de trabalho dos Estados Unidos pode ter estagnado, com fortes ganhos em empregos mascarando uma produtividade fraca e níveis ainda altos de empregos de meio período e desemprego de longo prazo, disse o presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, nesta sexta-feira.

No dia em que os EUA relataram a criação de 280 mil vagas em maio, Dudley disse estar preocupado de que a economia pode não estar crescendo rápido o bastante para absorver a capacidade ociosa entre trabalhadores afastados ou subempregados pela crise financeira e recessão de 2007-2009.

Dudley afirmou ainda esperar que o Fed esteja em posição de elevar os juros neste ano –mas apenas se o crescimento se recuperar da fraqueza no primeiro semestre, e se houver mais avanço em reduzir a taxa de desemprego e outras medidas a fraqueza do mercado de trabalho.

Aprenda a investir na bolsa