Melnick (MELK3), Even (EVEN3) e Plano & Plano (PLPL3) divulgam dados operacionais

Construtoras publicaram dados do 1º trimestre de 2024 nesta quinta (11)

Felipe Moreira

Reprodução / Pixabay
Reprodução / Pixabay

Publicidade

As vendas líquidas (100%) da Plano & Plano (PLPL3) contratadas ao longo do 1º trimestre de 2024 (1T24) somaram R$ 594 milhões, valor 8,6% superior ao apresentado no mesmo período do ano anterior.

Quanto ao preço médio das unidades comercializadas, o 1T24 registrou R$ 247 mil, um aumento de 16,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

No 1T24, a Plano & Plano (PLPL3) realizou quatro lançamentos, que
proporcionaram um VGV 100% de R$ 465 milhões, incluindo permuta física. Quando
comparado com o mesmo período do ano anterior, houve uma pequena redução
de 12,2%.

Continua depois da publicidade

Quanto ao VGV % Plano&Plano, o 1T24 registrou R$ 418 milhões. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, a companhia reportou um valor 5,0% menor em relação aos R$ 440 milhões obtidos no 1T23.

No 1T24, o preço médio dos lançamentos registrou R$ 256,6 mil, um aumento de
11,4% em comparação ao primeiro trimestre de 2023.

Melnick (MELK3)

A Melnick (MELK3) registrou vendas líquidas de R$ 372 milhões (% Melnick), um crescimento de 22% das vendas líquidas em relação ao mesmo período do ano anterior, sendo o melhor trimestre de vendas da história da companhia.

Continua depois da publicidade

A VSO de lançamento, por sua vez, foi de 36%, a VSO de estoque de 16% e a VSO média, de 24%.

No 1T24, a construtora lançou dois empreendimentos no total de R$ 674 milhões de VGV bruto (R$ 617 milhões no % Melnick), volume recorde em lançamentos trimestrais. Representando um crescimento de 20% no VGV bruto e 43% (% Melnick) em relação ao mesmo período do ano anterior.

Even (EVEN3)

As vendas líquidas de estoque da Even atingiram R$ 342 milhões (% Even), crescimento de 38% em relação ao 1T23, com VSO de 13%.

Continua depois da publicidade

Os lançamentos totalizaram VGV de R$ 236 milhões (% Even), crescimento de 20% versus o 1T23, com VSO de 36%.

No 1T24, os distratos totalizaram R$ 113 milhões (R$ 76 milhões % Even).