Economia dos EUA

“Medidas do Fed são políticas de adolescente”, diz John Tamny

Editor da RealClear Markets e conselheiro econômico destaca política expansionista do Fed como adolescente e critica desvalorização do dólar

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Federal Reserve realizará a sua última reunião do ano nas próximas terça e quarta-feira, com a expectativa de manutenção das medidas de flexibilização monetária anunciadas em setembro. Além disso, o presidente da autoridade monetária norte-americana, Ben Bernanke, fará o seu último discurso de 2012 apontando as suas perspectivas para o próximo ano.

Na sua última atuação expressiva, o Fed anunciou a compra de US$ 85 bilhões no valor de títulos de longo prazo de um mês, sendo US$ 40 bilhões alocados para títulos lastreados em hipotecas e programa de Quantitative Easing e os restantes US$ 45 milhões destinados à Operação Twist, que é a venda de contas de tesouraria de curto prazo para comprar títulos de longo prazo do Tesouro, que está para expirar no final do ano.

De acordo com Tamny, um antigo crítico do Fed, a autoridade monetária atua como se o dinheiro crescesse em árvores. Deste modo, passa a imprimir moeda e destrói o valor do dólar.Entretanto, para o conselheiro econômico John Tamny, editor da RealClear Markets e Forbes Opinions, estas medidas que o Fed está tomando são nocivas à economia norte-americano, tratando os programas de quantitative easing como “uma política monetária adolescente”, de acordo com artigo publicado pela CNBC

“Primariamente, se você quer o dinheiro, basta ir em frente e criá-lo e, assim, criar a riqueza”, afirma Tamny. “Entretanto, nós sabemos que no mundo real nada disso é verdade. Se o caminho para a prosperidade é a criação de dólares, então a falsificação seria legal e incentivada.”

Fed passa por perda de credibilidade
De acordo com a avaliação de Tamny, o Fed de Ben Bernanke está perdendo a sua credibilidade entre os mais cautelosos nestes períodos conturbados para a economia. Para ele, o mal estar prolongado dos EUA será a ruína da autoridade monetária como a conhecemos.

Além desta política expansionista, Tamny espera que o Fed anuncie a extensão de sua política de taxas de juro de curto prazo a 0%, o que não será bom para a economia norte-americana. Para o conselheiro econômico, as perspectivas é de que a reação da economia se dê com a mesma lentidão, afirmando que o Fed está impedindo um processo de limpeza necessária para a revitalização da atividade nos EUA. “Como resultado, [as políticas do Fed estão] levando cada vez mais a uma recessão no futuro”, afirma Tamny.

Por fim, o conselheiro ressalta que a desvalorização do dólar diminui os estímulos para o investimento no país. Isso porque, o Federal Reserve atua, segundo ele, de modo a desvalorizar a divida que os investidores estão comprando.