Marcas próprias: 65% dos consumidores acham preço bom ou muito bom

De acordo com pesquisa da Latin Panel, 31% pensam que ele é regular e 5% o consideram ruim ou muito ruim

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Levantamento realizado pela Latin Panel e divulgado nesta terça-feira (30) pela Abmapro (Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização) revela que 65% dos consumidores de marcas próprias consideram os preços destes produtos bons ou muito bons.

No geral, 8% dos entrevistados acreditam que o preço dos itens de marcas próprias são muito bons, 57% o consideram bom, 31% acham que ele é regular e 5% pensam que ele é ruim ou muito ruim.

Ricos são os que mais valorizam preço

Ainda de acordo com a pesquisa, os consumidores de marcas próprias da classe AB são os que mais valorizam os preços dos produtos: 67% acham que eles são bons ou muito bons, contra 62% da classe C e 65% da DE.

Entre as regiões analisadas, o mesmo comportamento foi observado entre os entrevistados do Sul: 80% acham o preço dos itens de marca própria bom ou muito bom. Na seqüência, vêm os da Grande São Paulo, com 66%.

Por outro lado, 57% dos consumidores de marcas próprias da Grande Rio de Janeiro acham o preço dos produtos bom ou muito bom. No Centro-Oeste, este percentual é de 58%.

O que pensa o consumidor

De maneira geral, a informação e comunicação de produtos é o item que os consumidores de marcas próprias menos consideram bom ou muito bom. Já a qualidade dos produtos é o quesito mais bem avaliado.

O que pensa o consumidor de marcas próprias sobre…
QuesitoBom/Muito bomRegularRuim/Muito ruim
Qualidade do produto69%27%4%
Embalagem do produto68%28%4%
Variedade de produtos52%39%9%
Exposição do produto59%33%8%
Informação e comunicação45%39%16%

Fonte: Latin Panel

Compartilhe