Oferta de mais de US$ 30 bi

Maior do mundo, IPO da Ant é suspenso em Xangai e Hong Kong; ações da Alibaba caem forte

Em comunicado, a bolsa de Xangai disse que a empresa reportou "questões significativas", como as mudanças no ambiente regulatório da tecnologia financeira

arrow_forwardMais sobre
Ant Group (Foto: Reuters)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Com estreia de suas ações esperada para o próximo dia 5, a Ant Group teve a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) suspensa em Xangai e em Hong Kong. Com isso, as ações da Alibaba, controladora da Ant Group, chegaram a cair mais de 9% na Nasdaq. Às 12h26 (horário de Brasília), a queda era de 7,18%, a US$ 288,72.

Num primeiro momento, foi a bolsa de Xangai que anunciou a suspensão do “maior IPO do mundo”, que poderia chegar a US$ 37 bilhões, sendo seguida pela de Hong Kong.

Segundo a Ant, a oferta foi suspensa por Xangai depois que o controlador da empresa, Jack Ma, e outros executivos foram convocados para uma reunião com reguladores na segunda (2), ao mesmo tempo em que a mídia estatal emitiu recentemente alertas sobre a potencial instabilidade financeira que pode resultar do rápido crescimento do Ant Group.

Aprenda a investir na bolsa

Os reguladores afirmaram que a companhia pode não atender aos requisitos de listagem e de transparência, também citando mudanças recentes no ambiente regulatório da área de fintechs.

Por Dentro dos Resultados
CEOs e CFOs de empresas abertas comentam os resultados do ano. Cadastre-se gratuitamente para participar:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

A reunião ocorreu no momento em que autoridades chinesas publicavam um projeto para novas regras sobre empréstimos online.

No final do mês passado, Ma havia considerado a regulação desatualizada e inadequada para empresas que tentavam usar a tecnologia para impulsionar a inovação financeira, enquanto Pequim ficou desconfortável com os bancos que usam intensamente plataformas de tecnologia de terceiros como a Ant para conceder empréstimos ao consumidor, com receio de inadimplência alta e deterioração da qualidade dos ativos.

Em comunicado, a bolsa de Xangai disse que a empresa reportou “questões significativas”, como as mudanças no ambiente regulatório da tecnologia financeira. Esses problemas, segundo a bolsa, podem fazer com que empresa “não atenda às condições de listagem ou aos requisitos de divulgação de informações”.

O Ant Group é a unidade de pagamentos digitais do Alibaba, do bilionário Jack Ma. Ela possui mais de 1 bilhão de usuários ativos em sua plataforma Alipay, o grupo se tornou o maior conglomerado empresarial de finanças e comércio digital chinês.

O tão aguardado IPO da empresa deveria superar a oferta inicial da Saudi Aramco, de US$ 29 bilhões, no ano passado. A fintech precificou suas ações em Xangai a 68,8 yuans (US$ 10,27) cada e os papéis de Hong Kong a 80 dólares de Hong Kong (US$ 10,32) cada na última semana, podendo fazer com que o seu valor de mercado chegasse a US$ 320 bilhões (veja mais clicando aqui).

PUBLICIDADE

(com agências)

Você sabe o que é 3×1? Assista de graça a estratégia de opções que busca triplicar o capital investido em um mês