Bons números

Maior alta do Ibovespa no ano, ação da Embraer (EMBR3) sobe 6,4% com resultado tirando grande preocupação para empresa

Companhia teve o segundo trimestre consecutivo de geração de caixa livre, além de apresentar tendências operacionais positivas

Por  Lara Rizério -

SÃO PAULO – Tirando uma grande preocupação de sua frente ao registrar o segundo trimestre consecutivo de geração de caixa livre, a Embraer (EMBR3) registrou uma forte alta de suas ações após o balanço do período entre julho e setembro, divulgado na manhã desta sexta-feira (5). Os papéis fecharam com ganhos de 6,45%, a R$ 23,11, firmando-se assim como a maior alta do Ibovespa no acumulado do ano, com ganhos acumulados de 161%.

O destaque principal, ressalta a Levante Ideias de Investimentos, ficou com as medidas de eficiência operacional da companhia, após o cancelamento da transação com a Boeing, que começa a dar frutos. Isso porque este é o primeiro período do terceiro trimestre de geração de caixa livre em 10 anos, historicamente com sazonalidade ruim para a Embraer, mesmo com volume de entregas menor. A geração de caixa livre ficou em R$ 123,3 milhões.

A companhia entregou no total 9 aeronaves comerciais e 21 jatos executivos no trimestre, além de aumentar a sua base de pedidos firmes (backlog) de US$ 15,9 bilhões para US$ 16,8 bilhões, puxada pelos pedidos maiores de aeronaves da geração E2 com maior ticket médio. A receita líquida foi de R$ 5,01 bilhões, um crescimento de 22% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

Contabilmente, a Embraer ainda apresentou prejuízo líquido ajustado de R$ 179 milhões, embora seja um montante 77,4% menor que o do terceiro trimestre de 2020.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado (aproximação da geração de caixa bruta) pelos efeitos não recorrentes ficou em R$ 410,7 milhões, uma margem de 8,2%, revertendo o prejuízo operacional do ano anterior.

O Itaú BBA avaliou o resultado da Embraer como positivo, destacando que as entregas divulgadas foram sólidas, ainda que mais fracas em relação ao trimestre anterior no segmento comercial, o que contribuiu para uma lucratividade mais contida no trimestre.

No entanto, a melhora na comparação anual foi notável em todas as áreas, e as margens operacionais superaram as expectativas do banco.

Os analistas também lembraram que pela primeira vez em mais de 10 anos a Embraer gerou um fluxo de caixa livre positivo no terceiro trimestre e por isso revisou para cima sua projeção para 2021. A geração de caixa livre preocupava justamente por conta ritmo de queima de caixa observado no período de pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O guidance de 2021 para entregas e outros resultados financeiros foi reiterada e o BBA acredita que a empresa está no caminho certo para alcançá-la, além também de seguir construtivo quanto às perspectivas nos próximos anos.

O Itaú BBA tem recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) e preço-alvo de US$ 21 por ADR (na prática, ações da companhia negociadas na Bolsa de Nova York).

Após o balanço, o Bradesco BBI elevou o preço-alvo para 2022 para o ADR da Embraer de US$ 25 para US$ 26, ou um potencial de alta de 68% em relação ao fechamento da véspera, de forma a incorporar os resultados do terceiro trimestre e as revisões no guidance.

“A Embraer tem otimizado com sucesso seu legado de negócios, melhorando sua estrutura de custos e focando na geração de fluxo de caixa. Isso deve posicionar melhor a empresa para se beneficiar da recuperação na aviação comercial. Além disso, a Embraer tem diversas oportunidades de crescimento advindas de seus novos produtos, como as aeronaves eVTOL e turboélice”, apontam os analistas do BBI.

As sinalizações da companhia em teleconferência também foram positivas. De acordo com Antonio Carlos Garcia, vice-presidente financeiro e compras da empresa, a projeção é de que que tanto receitas quanto lucratividade avancem no próximo trimestre, seguindo a manutenção da tendência positiva para a aviação comercial e a executiva.

Depois de um trimestre forte, com a expansão nas quatro unidades de negócio, o executivo espera continuidade dos fortes números, com a receita no ano devendo ficar entre US$ 4 bilhões e US$ 4,5 bilhões.

Ele também ressaltou que, no segmento de aviação executiva, o portfólio está totalmente vendido até o primeiro trimestre de 2023.

Francisco Gomes Neto, CEO da companhia, ainda reforçou que continua a tendência de recuperação no segmento comercial com o avanço da vacinação, algo que deve prosseguir no ano que vem, ainda que a retomada aos níveis pré-pandêmicos deva ocorrer entre 2023 e 2024.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O BBI ainda destacou as falas de executivos sobre o plano de negócios. “Para os próximos 5 anos, a administração planeja focar nas vendas de seu portfólio de produtos existente, que eles acreditam que podem dobrar as receitas no período, enquanto continua com suas iniciativas de redução de custos e otimização do balanço patrimonial.”.

Já quanto a novos negócios, as negociações com a Zanite para a fusão com a Eve estão em andamento, mas nenhum detalhe adicional foi fornecido. A Embraer planeja continuar a expandir seus negócios de serviços e suporte, não apenas para aeronaves Embraer, mas também para outras. Recentemente, assinaram um contrato de manutenção em Portugal que tem potencial para quase triplicar as receitas no país. A administração da companhia ainda mencionou que 2022 será um ano importante para o processo de arbitragem em andamento com a Boeing.

Os analistas do Goldman Sachs destacaram que o Ebitda, as margens e o fluxo de caixa livre superaram as estimativas de consenso, observando que as novas encomendas foram fortes no trimestre. “A receita ficou abaixo do consenso no trimestre, mas nas entregas de unidades de aeronaves já relatadas”, acrescentou Goldman.

Conforme destaca a Levante Ideias de Investimentos, agora com o fluxo de caixa virando para campo positivo e com boa visibilidade, a Embraer garante um balanço robusto, com posição de caixa forte e com operação mais enxuta que o período pré-pandemia.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Compartilhe