Resultados

Magazine Luiza (MGLU3) lucra R$ 136 mi no 3º trimestre e supera a melhor das projeções

No e-commerce tradicional, as vendas evoluíram 66,3%, enquanto o marketplace houve uma alta de 300%

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A rede varejista Magazine Luiza (MGLU3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 136,3 milhões no terceiro trimestre, superando a melhor das projeções compiladas pela Bloomberg, que era de R$ 127 milhões.

O resultado representa uma alta de 12,7% sobre o mesmo período de 2018. O valor ajustado considera a diluição das despesas financeiras e pagamento de juros sobre capital próprio.

Entre os destaques do resultado, o Magalu apontou para o forte crescimento das vendas do e-commerce, que subiram 96% no terceiro trimestre, comparado ao crescimento do mercado de 24,7% (segundo dados do E-bit), e representaram 48,3% das vendas totais.

No e-commerce tradicional, as vendas evoluíram 66,3%, enquanto o marketplace contribuiu com vendas adicionais de R$ 853,7 milhões, crescendo 300% e representando 26% do e-commerce total.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) ajustado fechou o período entre julho e setembro em R$ 300,7 milhões, um avanço de 7,0% sobre o mesmo período de 2018, quando ficou em R$ 121,0 milhões.

Leia também:
• Centauro e B2W levam parceria entre varejistas a um novo patamar

Segundo a empresa, ajudou na melhor do resultado o elevado crescimento das vendas e o resultado positivo do e-commerce.

Enquanto isso, os investimentos adicionais em melhoria no nível de serviço e a aquisição da Netshoes influenciaram a margem Ebitda, que passou de 7,7% para 6,2% em um ano.

A receita líquida, por sua vez, teve alta de 32,5% em um ano, atingindo R$ 4,864 bilhões no terceiro trimestre deste ano. Enquanto isso, as vendas totais do Magalu, incluindo o marketplace, avançou 46,9% no mesmo período, para R$ 6,817 bilhões.

A receita total da Luizacred cresceu 37,3%, enquanto a base de Cartões Luiza cresceu 23,1% comparado ao terceiro trimestre de 2018, atingindo 4,9 milhões de cartões. No mesmo período, o faturamento total do Cartão Luiza foi de R$ 6,9 bilhões, crescendo 35,1%.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações