Proventos

Magazine Luiza (MGLU3) aprova distribuição de cerca de 17% do lucro total de 2021 como provento, mostra ata

Em assembleia, acionistas aprovaram a distribuição de dividendo maior do que a mínima estabelecida, de 15%

Por  Equipe InfoMoney -

Os acionistas da Magazine Luiza (MGLU3) aprovaram nesta segunda-feira (18), em assembleia geral ordinária, a distribuição em provento de cerca de 17% do lucro total da companhia em 2021, que foi de R$ 590,6 milhões, mostrou ata da reunião.

A porcentagem aprovada a ser distribuída através de dividendos é, agora, maior do que a distribuição mínima de 15% e deve liberar R$ 100 milhões aos acionistas.

O pagamento de R$ 100 milhões em dividendos já havia sido aprovado em assembleia ordinária realizada no fim de junho do ano passado, correspondendo a pouco mais de R$ 0,0154 por ação –  um yield de cerca de 0,09%.

Na assembleia de junho, a varejista informou que o pagamento seria realizado em até 30 dias após a efetiva realização da assembleia geral ordinária de 2022. Os papéis, no entanto, são negociados sem direito ao provento desde 5 de julho de 2021.

Além de dividendos, os acionistas da Magazine Luiza votaram na assembleia para destinar R$ 14,4 milhões do lucro do ano passado para reserva legal, R$ 301,1 milhões para reserva de incentivos fiscais e R$ 175 milhões para capital de giro.

Foi votado também a eleição de membros do conselho de administração da companhia, que não teve maiores mudanças.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe