Nova aquisição

Magazine Luiza celebra contrato para compra da Bit55, plataforma de tecnologia para processamento de cartões

A conclusão da aquisição está sujeita ao cumprimento de obrigações e condições precedentes, usuais a esse tipo de operação

Tela de celular com Magazine Luiza
(Shutterstock)

O Magazine Luiza (MGLU3) comunicou nesta terça-feira (8) a celebração de um contrato para aquisição da Bit55, plataforma de tecnologia para processamento de cartões de crédito e débito na nuvem, construída pelo Banco BS2 para processamento de seus próprios cartões.

A tecnologia proprietária da Bit55 foi desenvolvida ao longo dos últimos dois anos por uma equipe altamente
especializada em produtos financeiros digitais, informou o Magalu.

“Com um modelo escalável, a Bit55 possui uma capacidade de processamento de mais de 2.000 transações por segundo, o que garante um tempo de resposta muito rápido e uma melhor experiência de compra”, destacou a varejista no comunicado.

O Magalu ressalta que a Bit55 possibilita que cartões sejam emitidos e disponibilizados para uso em minutos, além de oferecer toda a estrutura necessária para a gestão de um portfólio de cartões de crédito, que inclui desde o recebimento da proposta, envio do cartão, captura e autorização das transações, emissão da fatura, recebimento e conciliação automática.

“Com a aquisição, a Bit55 complementa os serviços oferecidos pela Hub Fintech, que poderá oferecer aos seus
clientes a emissão de cartões de crédito e débito, além dos atuais cartões pré-pago e contas digitais. A Bit55 passa a
fazer parte das iniciativas de fintech do Magalu e é mais um importante passo na estratégia do Magalu de digitalização
do Brasil”, destaca a empresa.

A conclusão da aquisição está sujeita ao cumprimento de obrigações e condições precedentes, usuais a esse tipo de
operação. O Magalu afirmou que manterá seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados, nos termos da
legislação aplicável.

Para o Itaú BBA, a transação foi positiva, pois, além de complementar o ecossistema de fintech do Magazine Luiza, a principal justificativa para esta aquisição é aprimorar o banco de dados de clientes e comerciantes da empresa – um pilar fundamental para o objetivo de desenvolver um Super App abrangente e para a missão de digitalizar totalmente a experiência do varejo no Brasil.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.